Radialista Gilson Ricardo morre no Rio aos 74 anos

Foto: Reprodução

O jornalista Gilson Ricardo, um dos grandes nomes do rádio esportivo do país, morreu na noite deste domingo (22) aos 74 anos.

Gilsão, como era conhecido, morava na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio de Janeiro, e sofreu um infarto fulminante.

O radialista foi locutor de programa de esporte da Rádio Globo por 35 anos e atualmente era comentarista esportivo da Rádio Tupi — que emitiu uma nota de luto.

Times de futebol do Rio também lamentaram a morte do radialista.

O Flamengo lembrou que Gilsão era rubro-negro e desejou força aos familiares e amigos “neste momento tão triste”.

O Botafogo destacou que o radialista “embalou gerações e levou emoção com seus comentários esportivos”. “Sem dúvidas, um grande personagem do futebol carioca”, disse na nota.

O Fluminense afirmou que Gilson Ricardo “foi uma lenda do rádio esportivo carioca”.

O prefeito Eduardo Paes (PSD) também se manifestou. “Na minha infância e juventude, ele foi um dos responsáveis pela minha paixão pelo futebol com sua forma direta e bem-humorada de nos contar o que acontecia naquele universo. Na minha vida adulta, pude conhecer um ser humano incrível. Que perda! Vai em paz!”

José Carlos Araújo, o Garotinho, companheiro por décadas de Gilson, disse ser “muito difícil encontrar palavras nesse momento tão difícil”.

“Gilson era um cara excepcional, tinha um astral incrível e inegavelmente marcou seu nome na história da comunicação brasileira”, afirmou.

“Por várias décadas, tive a honra de estar ao seu lado nas transmissões esportivas, em várias emissoras, tanto no rádio, quanto na TV. Tenho certeza de que o seu talento marcante inspirou uma geração inteira de comunicadores. Seu legado será eterno!”, emendou.


Fonte - G1