Em parceria com Sesc, Escola Municipal de Teatro de Barreiras realiza final de semana de Espetáculos Culturais


Momentos de interação, cultura, entretenimento e diversão na noite de sábado (7), na Escola Municipal de Teatro, que em parceria com o Serviço Social do Comércio (Sesc), ofertou a apresentação dos espetáculos “Palhaça Tunina na Perna de Pau” e “Variedades Variadas”. Crianças, professores, artistas, estudantes da rede, universitários e população em geral ocuparam os espaços na plateia que ficou lotada para prestigiar o evento.

As histórias narradas trouxeram diversão e interatividade com os espectadores. A primeira, apresentada pela artista Julia Campos, mostrou as travessuras da palhaça Tunina, que entre abacaxis e bananas, tenta se equilibrar na perna de pau, onde ao comer, se equilibrar, dublar e cantar, Tunina se atrapalhou e só o público pôde salvá-la do total desastre e queda em cena, um evento interativo que levou os espectadores para o contexto do espetáculo.

Além desta apresentação, o público também prestigiou Dudu do Circo, no espetáculo “Variedades Variadas”. Curioso e inquieto, o artista brincou com os espectadores que participaram da cena, e tudo acabou virando uma divertida bagunça de números. Segundo o professor de teatro, Danilo Lima, as apresentações conseguiram aproximar um amplo público.

"Sentimos que a Escola Municipal de Teatro tem todo o potencial de se tornar mais um equipamento cultural na cidade para acolher propostas de artistas locais, da região e de todo estado. A parceria da Prefeitura com a Unidade do SESC em Barreiras também foi motivo de elogios, com o público parabenizando pelo trabalho e com o interesse de usufruir de experiências como esta, mais vezes. Nós, professores da Escola Municipal de Teatro junto à Diretoria de Cultura, reconhecemos a importância dessas parcerias e experiência para a população", comentou.

A diretora de Cultura, Emília Moreno, destacou esse momento importante e a aproximação do público com a arte.“Trata-se de uma apresentação inédita em Barreiras. A interação da plateia com o espetáculo se torna algo não somente para ser visto, observado e apreciado, mas algo a ser experimentado, vivido e compartilhado. Mais uma vez, agradecemos a parceria com o Sesc que proporcionou aos alunos da Escola Municipal de Teatro e a população um momento de conhecimento com oficinas circenses culminando nessas apresentações espetaculares", pontuou.