Tebet aceita convite para assumir o Ministério do Planejamento


Após ser cogitada no Desenvolvimento Social, Agricultura e Educação, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) será ministra do Planejamento, segundo informação da jornalista da TV Globo, Gioconda Brasil.

A senadora teria dito ao presidente do partido, Baleia Rossi, que irá aceitar o convite do presidente eleito Lula (PT) nesta terça-feira, 27.

Sob o comando da emedebista, a expectativa é de que a pasta controle as diretrizes para o Programa de Parceria de Investimentos (PPI), que estava vinculado à Casa Civil no governo Bolsonaro, e coordene algumas das mais importantes estatais vinculadas ao Governo Federal, como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA).

Terceira colocada no primeiro turno da eleição presidencial desse ano, com 4.915.423 de votos (4,16% dos votos válidos), Tebet apoiou Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no segundo turno, mas a possibilidade de não compor o governo fez com que ela não fosse para a diplomação do presidente da República eleito, no último dia 12.

Simone Tebet, que foi um dos primeiros nomes confirmados na equipe de transição, sofre resistência do PT, enquanto seu partido, o MDB, tinha preferência por outros nomes.

Portal a Tarde