Sem recursos, Exército suspende distribuição de água potável na Bahia


A corporação que integra as forças armadas do Brasil informou nesta segunda-feira, 19, que a distribuição de água potável em carros-pipas realizada pelo Exército brasileiro vai ser interrompida por falta de recursos. A medida já impacta 26 municípios da Bahia.

De acordo com o Exército, a distribuição de água também está parada em 21 cidades por causa da chuva forte das últimas semanas.

A medida foi criada há mais de 20 anos para auxiliar famílias afetadas pela estiagem prolongada. Encarregado da atividade, o Exército informou que os recursos disponibilizados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional só possibilitaram a realização das atividades até 16 de novembro.

A comunidade do Pateiro, localizada no distrito de Salitre, zona rural de Juazeiro, no norte da Bahia, é um dos lugares sem distribuição de água potável.

Os moradores relatam que estão há quatro meses sem o abastecimento e apoio de carros-pipa. Dezenas de famílias passaram a economizar a água das cisternas da região, mas a medida não tem sido suficiente para atender às necessidades.

Neste ano, cerca de 327 mil pessoas foram atendidas pelo programa por mês, em mais de 60 municípios da Bahia, de acordo com o Ministério de Desenvolvimento Regional. O órgão anunciou a liberação de um crédito suplementar no valor de mais de R$ 21 milhões para execução do programa.