Queniana Catherine Reline vence corrida de São Silvestre


A queniana Catherine Reline não permitiu que ninguém a ameaçasse. De ponta a ponta e sem avistar quaisquer adversárias pelo caminho, ela venceu neste sábado (31) a prova feminina da corrida de São Silvestre, em São Paulo.

Ela terminou a corrida com o tempo de 49min39, mas sem bater o recorde da prova: em 2018, a queniana Brigid kosgel fez o tempo de 48min54.

Hoje, na segunda colocação ficou a etíope Wude Yimer, que já havia terminado a São Silvestre na quarta colocação em 2017. Ela fez o tempo de 50 min01.

Em terceiro lugar, chegou a também etíope Kebebush Yisma, com 52min57.

A melhor brasileira foi Jenifer Nascimento, que cruzou a linha de chegada em quarto lugar, com o tempo de 54min02. Foi a segunda vez consecutiva em que ela chegou a um pódio na São Silvestre.

Fechando o pódio feminino, a atleta Tadesu Tafa Weka chegou na quinta posição com 54min24.