INSS alerta que deve paralisar atividades por falta de recursos


O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) alertou o governo federal que deve paralisar as atividades, na próxima quarta-feira, 7, devido aos recentes bloqueios orçamentários.

Por meio de um ofício, com o assunto o “impacto das restrições orçamentárias no âmbito do INSS”, assinado pelo presidente do INSS, Guilherme Gastaldello e enviado ao secretário de Orçamento Federal, do Ministério da Economia, Ariosto Antunes Culau, o órgão afirma que “a falta dos recursos causará grave prejuízo ao funcionamento desta Autarquia, ocasionando suspensões de contratos, a partir da próxima quarta-feira, 7, bem como deslocamentos de servidores de forma imediata, impactando, consequentemente, no atendimento à população e na prestação dos serviços essenciais do INSS”.

O déficit orçamentário poderá levar ao fechamento de agências, suspensão de perícias, atrasos em pagamentos do INSS e interrupção de contratos com terceirizados, que, atualmente conta com cerca de 18 mil pessoas trabalhadores.

O órgão alertou também que está com dificuldade de realizar pagamentos de aposentadorias neste mês de dezembro. No entanto, a solicitação não teve resultado.

Guilherme Gastaldello, apesar dos esforços do órgão e da parceria do Ministério do Trabalho, o INSS irá adotar medidas de “caráter emergencial”, e explica que a mudança de cenário se dá também por causa da “informação de que as demandas de créditos suplementares não serão atendidas em razão do cenário restritivo resultante da avaliação de receitas e despesas primárias do 5º bimestre”.

Portal a Tarde