Escola municipal Santa Luzia realiza 1ª edição do projeto EJA em Movimento, em Barreiras


Empreendedorismo e protagonismo estudantil fizeram parte da 1ª Edição do projeto “EJA em Movimento”, na noite desta quarta-feira, 14. O projeto é uma realização da Escola Municipal Santa Luzia, por meio da Educação para Jovens e Adultos - EJA, com o apoio da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer. Nesta primeira edição o projeto abriu as portas da unidade de ensino para os pais e moradores do bairro Santa Luzia, conhecerem mais sobre o desenvolvimento e atividades da EJA.

No pátio da escola, exposições com artesanato, produtos confeccionados pelos estudantes, bazar e rodas de capoeira chamaram atenção dos visitantes. A diretora Rosana Monteiro, as vices diretoras Dagmar Porto e Andrea Campos, e a coordenadora pedagógica Luzimar Santos recepcionaram ainda o vereador Alcione Rodrigues, a equipe do Centro de Referência Social- CRAS I e acadêmicos da Unifasb.

“O EJA em Movimento é um momento de interatividade, valorização e despertar do empreendedorismo. Muitos jovens e adultos que estudam aqui, já vendem produtos e artesanato, então decidimos juntos fazer dessa atividade um espaço para mostrar o potencial dos nossos estudantes para a comunidade escolar”, disse a coordenadora pedagógica, Luzimar Santos.

Orientações sobre direitos e os serviços do CRAS também foram disponibilizados pela equipe socioassistencial. O cuidado com a saúde fez parte do projeto por meio dos acadêmicos da Unifasb, que ofereceram atendimentos em aferição de pressão, glicemia, testes rápidos e exercícios de fisioterapia.

“Estamos muito felizes com o resultado dessa primeira edição do projeto, conseguimos o apoio da Secretaria de Educação que acreditou no EJA em Movimento. Além de todo aprendizado, buscamos incentivar o empreendedorismo dos estudantes, pois muitos já desenvolvem trabalhos informais para o sustento da família. Acreditamos que o papel da escola é valorizar as experiências de vida do estudante, e trazer essa realidade para dentro da sala de aula”, destacou a diretora Rosana.