Defensoria Pública da Bahia abre 112 vagas para contratação temporária


A Defensoria Pública da Bahia abriu 112 vagas para contratação temporária na Bahia, em Regime Especial de Direito Administrativo (Reda) para nível superior e cadastro de reserva. As inscrições ficarão abertas até o dia 24 de janeiro de 2023 e podem ser feitas através do site.

A taxa de inscrição é de R$ 85, e deve ser paga por meio de boleto bancário até o dia 25 de janeiro.

As vagas são para o cargo de analista técnico em 14 áreas. São elas: direito, administração, ciências contábeis, secretariado executivo, tecnologia em análise e desenvolvimento de sistemas, tecnologia em redes de computadores, jornalismo, design, produção audiovisual, arquitetura, engenharia civil, engenharia elétrica, pedagogia e comunicação social.

Os inscritos poderão escolher entre concorrer as vagas em Salvador, Alagoinhas, Barreiras, Feira de Santana, Camaçari, Guanambi, Ilhéus, Irecê, Itaberaba, Itabuna, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Paulo Afonso, Porto Seguro, Santo Antônio de Jesus, Teixeira de Freitas ou Vitória da Conquista.

A Defensoria informou que a remuneração pode chegar a R$ 4.800.

Localidades

Os candidatos escolhidos irão atuar imediatamente nas unidades da Defensoria lotadas em 22 dos 27 territórios de identidade da Bahia. Apenas em 5 territórios (Litoral Sul, Bacia do Rio Grande, Bacia do Paramirim e Litoral Norte e Agreste Baiano) não haverá vagas imediatas, mas será formado cadastro de reserva.

Os candidatos aprovados serão alocados em comarcas de acordo com o interesse da instituição. Para ver em quais comarcas a Defensoria da Bahia está presente, basta acessar a página inicial do site e clicar no mapa onde está escrito “nossas unidades”.

Devido ao Regime Especial de Direito Administrativo (Reda), os candidatos aprovados e investidos na função poderão desempenhar suas atividades pelo período de três anos, podendo ser renovado uma única vez por igual período, conforme estabelecido na lei nº 14.182/2019.

A remuneração oferecida é de R$ 3.068,25, auxílio alimentação de R$ 1.500, transporte e plano de saúde (opcional).

Prova

O Processo Seletivo Simplificado será realizado em uma única etapa, composta de uma prova escrita, de caráter eliminatório e classificatório, em duas partes:

A primeira parte terá prova objetiva, composta por 40 questões de múltipla escolha. Dessas 40, 10 serão de língua portuguesa; 10 de matemática/raciocínio lógico; 10 de legislação específica da DPE e 10 de conhecimentos específicos. Cada matéria terá o peso de 20 pontos, totalizando 80.

A segunda parte será uma prova discursiva, composta por uma questão de redação, com peso de 20 pontos.

A prova terá duração de três horas, com horário previsto de início às 8h da manhã. Os horários previstos para abertura e fechamento dos portões serão, respectivamente, às 7h20 e às 7h50.

Todas as publicações sobre o processo seletivo até a homologação do resultado serão divulgadas no site da Defensoria.

Portal a Tarde