Banco do Brasil publica concurso com 6 mil vagas de nível médio


O Banco do Brasil tornou público — na edição desta sexta-feira (23/12) do Diário Oficial da União — o edital do concurso público para provimento do cargo de escriturário. O certame oferta 6 mil vagas para todos os estados e Distrito Federal. O cargo exige nível médio.

Do total de oportunidades, 4 mil são para contratação imediata e 2 mil para formação de cadastro de reserva — nas funções de agente de tecnologia e agente comercial. Serão reservadas 5% das chances para candidatos portadores de alguma deficiência e 20% para candidatos autodeclarados pretos ou pardos.

As inscrições devem ser realizadas a partir da 0h desta sexta-feira (23/12) e seguem até 24 de fevereiro de 2023 por meio do site da Fundação Cesgranrio, banca organizadora do concurso. Será cobrado uma taxa no valor de R$ 50.

Quando o candidato for se inscrever deverá escolher a região e a cidade de realização das provas. consequentemente o inscrito estará automaticamente vinculado ao local para fins de classificação e de contratação.

A seleção é composta por provas objetivas e de redação. Ambos os exames serão aplicados em 23 de abril de 2023. Os candidatos terão 5 horas para responder as avaliações.

A remuneração inicial ofertada é de R$ 3.622,23. Será acrescido a este valor o vale-transporte, auxílio-creche; ajuda alimentação/refeição, auxílio a filho com deficiência, previdência complementar, acesso à plano de saúde, plano odontológico básico. O aprovado terá também participação nos lucros ou resultados e a programas de educação e capacitação.

Veja as vagas por estados:

Agente comercial

Acre: 20 imediatas e 6 para cadastro de reserva

Alagoas: 31 imediatas e 2 para cadastro de reserva

Amapá: 13 imediatas e 4 para cadastro de reserva

Amazonas: 32 imediatas e 10 para cadastro de reserva

Bahia: 149 imediatas e 21 para cadastro de reserva

Ceará: 51 imediatas e 6 para cadastro de reserva

Distrito Federal: 54 imediatas e 211 para cadastro de reserva

Espírito Santo: 26 imediatas e 5 para cadastro de reserva

Goiás: 55 imediatas e 9 para cadastro de reserva

Maranhão: 70 imediatas e 12 para cadastro de reserva

Minas Gerais: 172 imediatas e 92 para cadastro de reserva

Mato Grosso do Sul: 34 imediatas

Mato Grosso: 50 imediatas

Pará: 72 imediatas

Paraíba: 42 imediatas

Paraná: 152 imediatas

Pernambuco: 72 imediatas

Piauí: 39 imediatas

Rio de Janeiro: 136 imediatas

Rio Grande do Norte: 26 imediatas

Rio Grande do Sul: 118 imediatas

Rondônia: 27 imediatas

Roraima: 9 imediatas

Santa Catarina: 78 imediatas

Sergipe: 20 imediatas

São Paulo: 429 imediatas

Tocantins: 23 imediatas

(Correio Braziliense)