Polícia Civil investiga caso de importunação sexual no Hospital do Oeste


A Polícia Civil investiga um caso de importunação sexual ocorrido dentro do Hospital do Oeste, na cidade de Barreiras, na Bahia, na segunda-feira (14). Segundo a polícia, um funcionário terceirizado da unidade, que não teve a identidade revelada, teria abusado de uma paciente, depois que ela passou por uma cesariana.

O parto foi realizado no domingo (13). De acordo com a polícia, a vítima contou que, ao acordar após o efeito da anestesia, o homem estava em cima dela. Após gritar, a mulher foi socorrida por pessoas que estavam na unidade de saúde.

A Polícia Civil informou que o suspeito alegou que fazia um curativo. Ele foi levado para a Delegacia Territorial (DT) de Barreiras, onde prestou depoimento e foi liberado. Segundo o delegado José Romero, que está à frente das investigações, não houve materialidade que comprovasse o abuso, por isso o homem não foi preso.

Em nota, o Hospital do Oeste informou que colabora com as investigações e presta atendimento à paciente. A unidade informou que o profissional foi afastado das funções até que a apuração seja concluída.

Fonte - G1 Bahia