Jogos Estudantis de Barreiras entram na etapa final com disputas nas modalidades coletivas e atletismo


Os Jogos Estudantis Barreirense - JEB 2022 continuam movimentando as escolas da Rede Municipal. Realizados pela Prefeitura de Barreiras por meio da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, o evento envolve a participação de mais de vinte escolas e centenas de estudantes do Ensino Fundamental II (6º ao 9º Ano), que participam das atividades esportivas, de forma animada e interativa.

Na manhã desta segunda-feira (21), o Ginásio Baltazarino Araújo Andrade ficou animado com as torcidas estudantis durante as partidas de disputa do terceiro lugar no futsal e handebol. No futsal masculino mirim, a escola Roberto Santos e futsal infantil masculino Colégio Municipal Padre Vieira, ficaram com o terceiro lugar recebendo medalhas. Já no futsal mirim feminino, as meninas da Escola Luis Freitas e futsal infantil feminino da Escola José Agostinho, também obtiveram a terceira colocação. No turno vespertino, na modalidade de handebol, foram premiados em terceiro lugar o masculino infantil do Colégio Municipal Padre Vieira e feminino infantil do Colégio Municipal de Aplicação Octávio Mangabeira Filho.

O atletismo também entrou em cena no Parque Multiuso Dom Ricardo Weberberger, com teste de força e desempenho físico dos jovens atletas durante toda manhã da segunda-feira (21) e terça-feira (22). A competição de corrida de 75m, 250m e 400m, e também do salto à distância, garantiu vaga para as finais, que acontecerão nesta quarta-feira, 23. O JEB ainda tem uma agenda intensa de jogos até quinta-feira, 24, com as finais de futsal, handebol, atletismo, baleado, peteca, voleibol e basquetebol, que serão disputadas no Ginásio Municipal Baltazarino Araújo Andrade e Parque Multiuso Dom Ricardo Weberberger.

Segundo o coordenador dos Jogos Estudantis Barreirense (JEB), professor Aparecido Freitas, os jogos desenvolvem questões como respeito, união e cooperação nos participantes.

“Não vimos nenhum ato de desrespeito de uma torcida com a outra, dos jogadores com árbitro, ou com os professores que estão acompanhando. Os jogos ocorrem dentro do planejamento, de forma solidária e participativa com mais de dois mil estudantes envolvidos. Nós pensamos o esporte na perspectiva da Educação mesmo, em que o objetivo maior é a participação e interação”, explica Freitas.