I Festival de Fanfarras de Barreiras valoriza potencial educativo da música e faz homenagem ao professor Itanajá Ferreira de Carvalho


Com repertórios que destacaram desde a música regional até clássicos da MPB, o I Festival de Fanfarras de Barreiras levou centenas de pessoas, entre estudantes, professores, comunidade escolar e visitantes para a estrutura montada na BR 242 na tarde deste sábado (19), para conferir a musicalidade e performance das fanfarras.

O evento realizado pela Prefeitura de Barreiras por meio da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer através da Diretoria de Cultura, homenageou in memoriam, o professor e regente de fanfarra Itanajá Ferreira de Carvalho, emocionando a família e amigos. O vice-prefeito Emerson Cardoso, a secretária de administração Gislaine Barbosa, a subsecretária de Educação Cátia Alencar, a diretora de Cultura Emília Moreno, recepcionaram a mãe de Itanajá, dona Maria Ferreira de Carvalho.

Ao todo, oito fanfarras de escolas da rede municipal de ensino participaram do festival: Colégio Municipal de Aplicação Octávio Mangabeira Filho (FANMAF), Colégio Municipal Padre Vieira (FANPEV), Colégio Municipal Prof.ª Valdete Piedade de Holanda(FANEV), Centro Educacional Sagrado Coração de Jesus (FANSCOJ), Colégio Municipal Eurides Sant´Anna(FANES), Escola Municipal Cleonice Lopes (FANCLO), Fanfarra Agente Jovem (FANAJ) e convidadas como o Colégio Estadual Duque de Caxias (FANDRAGO), Centro Territorial de Educação Profissional de Santa Rita de Cássia (FANCELV).

Encantada com as apresentações, a diretora de Cultura Emília Moreno evidenciou que a 1ª edição do festival é um marco para a cultura e memória do regente Itanajá. “É muita emoção, alegria e sentimento de valorização da cultura e incentivo da música, como ação potencializadora na educação, permanecendo viva a tradição das fanfarras e eternizando o nome do amigo Itanajá”, disse.

A subsecretária de Educação, Cátia Alencar destacou que o objetivo do festival foi de explorar o potencial educativo da música, estimular o desenvolvimento dessa arte e oferecer espaço aos estudantes que participam dos projetos de música nas escolas, de fazer uma demonstração da cultura popular, além de fomentar o desenvolvimento artístico revelando talentos.

“Esse Festival de Fanfarras em homenagem ao nosso querido regente e professor Itanajá nos envolve de emoção, ainda mais pela presença de sua mãe Maria e irmãos. Além de toda valorização da cultura, de incentivo à música, expressão artística, percepção e sensibilidade, esse momento é realmente para marcar o legado de Itanajá, que sempre foi um defensor das fanfarras e da alegria em levar a musicalidade para os desfiles de 7 de Setembro”, disse a subsecretária Cátia Alencar.