Saúde Humanizada: Secretaria de Saúde de Barreiras realiza atendimento para pacientes do Programa Glaucoma


Com atendimentos realizados trimestralmente, a Secretaria de Saúde de Barreiras realizou nesta quarta e quinta-feira (26 e 27), o acompanhamento aos pacientes já cadastrados no Programa Glaucoma, no Centro de Especialidades Leonídia Ayres de Almeida. A ação garante consulta com médico oftalmologista especialista na doença, exames específicos e distribuição gratuita de colírios para os 475 pacientes cadastrados. Nesta quinta-feira (27), o secretário de Saúde, Melchisedec Neves, e o vice-prefeito e secretário de Planejamento, Emerson Cardoso, acompanharam os atendimentos.

Como acontece antecipadamente em todas as ações de atendimento do Programa de Glaucoma, as 48 Unidades Básicas de Saúde do município cadastram os pacientes e realizam o encaminhamento para que recebam o tratamento contínuo. “Chegando aqui, os pacientes passam pelos exames de tonometria que mede a pressão ocular, fundoscopia para observação do fundo de olho e a campimetria ocular, que ajuda a identificar e perceber os estímulos da visão periférica, na sequência, é realizada a consulta com o oftalmologista e, quando há prescrição, eles recebem os colírios para o período de três meses”, explica a apoiadora da Atenção Básica, Fernanda Delgado.

Quem agradeceu pelo atendimento e pela prestação de serviço realizada pelos profissionais da Secretaria de Saúde de Barreiras, foi a dona Idalina Araújo, que acompanhada de sua filha Talita Araújo, há cinco anos é assistida pelo Programa de Glaucoma. “Hoje eu quero falar da minha satisfação e da importância que esse programa tem na minha vida. Eu vim embora para Barreiras por conta do meu tratamento, eu não encontrei um programa como esse em nenhum lugar, e aqui em Barreiras eu fui acolhida. Na minha família, meu irmão ficou cego porque no Rio de Janeiro não entrega colírio e não tem um tratamento nesse formato, então, agradeço a Deus e a esses profissionais que se dedicam a cuidar da gente”, disse Idalina.

O secretário de Saúde ressaltou a importância do acompanhamento dos pacientes, tendo em vista que o glaucoma é um problema sério e que pode causar a cegueira. “O mutirão é realizado em dois dias para atender a demanda do Programa de Glaucoma, que hoje tem 475 pacientes cadastrados. O nosso compromisso é com uma saúde mais humanizada para o nosso município, em acompanhar esses pacientes trimestralmente para melhorar e oferecer mais qualidade de vida. Todos estes pacientes que aqui estão, passarão por avaliações médicas com atendimento oftalmológico, realizando todos os exames necessários, e principalmente, recebendo a medicação referente aos três meses de tratamento de forma gratuita”, pontuou Melchisedec Neves.

Glaucoma

Glaucoma é uma doença ocular causada principalmente pela elevação da pressão intraocular, o glaucoma pode provocar lesões no nervo óptico, podendo levar à cegueira quando não tratado adequadamente. Conforme orientação da equipe da Atenção Básica do município, os pacientes devem observar as datas do atendimento e a unidade de saúde agendada, tendo em mãos no ato da avaliação, documentos pessoais e o cartão do SUS.