Graças ao trabalho realizado pela prefeitura, 40 taxistas de Luís Eduardo Magalhães estão aptos a receber o auxílio do Governo Federal


Graças ao trabalho eficiente de cadastramento, realizado pela Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, através da Superintendência de Trânsito e Transporte (SUTRANS), 40 taxistas do município estão aptos a receber o pagamento das duas primeiras parcelas do Bem-Taxista, benefício emergencial do Governo Federal. 
O cadastramento aconteceu entre os dias 05 e 15 de agosto, na sede da SUTRANS.

De acordo com o Ministério do Trabalho, têm direito ao benefício motoristas de táxi registrados nas prefeituras, titulares de concessões ou alvarás expedidos até 31 de maio. O beneficio foi criado para enfrentamento do estado de emergência decorrente da elevação do preço do petróleo, combustíveis e seus derivados e dos impactos sociais deles decorrentes.

O Bem-Taxista tem validade até dezembro de 2022 e o número de parcelas poderá ser ajustado, considerando o número de trabalhadores beneficiários cadastrados e o limite global de recursos. O valor máximo é de R$ 1.000 por parcela.