Equipe da Vigilância Sanitária de Barreiras apresenta estrutura do setor aos Acadêmicos de Medicina Veterinária da UNEB


Acadêmicos do Curso de Medicina Veterinária da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) tiveram a oportunidade de conhecer nesta quarta-feira (31), a estrutura da Vigilância Sanitária de Barreiras (VISA). Com a proposta lançada pela professora Magda Cunha, dentro da disciplina de Zoonoses e Saúde Pública, os futuros veterinários puderam conhecer sobre as legislações, rotinas e as ações da VISA no município.

A palestra foi ministrada pelo coordenador da Vigilância Sanitária, Canuto Aires, também pela fiscal de alimentos, Sirleide Coutinho e a coordenadora da Vigilância Ambiental, Juliana Paixão. Canuto explica que esses momentos de teoria e prática são fundamentais no processo de conhecimento dos futuros profissionais. Além da Uneb, rotineiramente, acadêmicos da Faculdade São Francisco de Barreiras (Unifasb), Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) e do curso de alimentos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (Ifba), também realizam visitas técnicas no setor, que abrange a fiscalização de clínicas, comércio de produtos veterinários, vendas de animais vivos e fiscalização do abate clandestino de animais.

“Esse é um momento importante para apresentar aos futuros profissionais que atuarão em Barreiras e outras regiões, sobre a dinâmica e o papel da VISA na sociedade. Essa integração proporciona maior embasamento sobre as teorias já trabalhadas ao longo do curso de Medicina Veterinária. Ressaltamos, que dentro das propostas do Projeto Saúde Humanizada, Integrada e Inovadora da Secretaria de Saúde, buscamos sempre reforçar essas parcerias com o objetivo de agregar conhecimentos”, pontuou Canuto Aires.

A Vigilância Sanitária atua com poder de polícia na regulação dos produtos, ambientes, serviços, procedimentos e dentre outras ações que envolvam risco à saúde pública. Para a professora Magda Cunha, essa ação junto a Secretaria de Saúde teve como proposta trazer os profissionais que atuam na VISA, para esclarecer, dentro do enquadramento da disciplina, a atuação na promoção e proteção à saúde das pessoas, assim como na prevenção às doenças.

“Dentro do contexto da medicina veterinária, a Vigilância Epidemiológica, Sanitária e Ambiental são temas de rotina de estudo, assim como as políticas de saúde, por isso, é importante os acadêmicos conhecerem como é realizado as fiscalizações e atuação na prática. Essas visitas de Instituições e órgãos contribuem positivamente na formação do senso crítico e condições éticas adequadas, porque quanto mais eles conhecem o que é o certo e como fazer, menos chances terão de cometer erros em relação a profissão”, destacou.