Guarda Civil de Luís Eduardo Magalhães é a primeira do Oeste a firmar parceria para obtenção de porte de armas institucional



Luís Eduardo Magalhães é o primeiro município do Oeste baiano a celebrar termo de cooperação técnica com a Polícia Federal (PF), para formalização do porte de armas institucional da Guarda Civil Municipal (GCM).
A assinatura do termo foi publicada no diário oficial do município nesta quarta-feira (29). A formalização do porte de armas institucional era um grande desejo da categoria, que já atua armada, em razão de uma decisão judicial.

Entre as adequações necessárias para a formalização da cooperação com a PF, foi necessária a criação da Corregedoria e Ouvidoria, Divisão de Ensino, formação dos agentes com base na matriz curricular de formação nacional das guardas municipais. Criação de uma sala para reserva de armas e munições, normativa de controle de uso de armas e munições. Treinamento prático e teórico, além de avaliação psicológica para o uso adequado do armamento institucional.

A Guarda Civil de LEM passa a fazer parte de um seleto grupo de 14 municípios dentre os 417 cidades da Bahia com porte de arma em cooperação com a Polícia Federal.