Cerimônia transfere sede do governo da Bahia para Cachoeira, no Recôncavo Baiano


Uma cerimônia, neste sábado (25), marcou a transferência simbólica da sede do governo do Estado para a cidade de Cachoeira, no Recôncavo da Bahia.

A medida tem o objetivo de valorizar a importância do município nas batalhas travadas pela conquista da Independência do Brasil, que tiveram início no dia 25 de junho de 1822 e, este ano, celebra o seu bicentenário. O evento histórico possibilitou a libertação baiana do domínio da coroa portuguesa, em 2 de Julho do ano posterior.

A mudança da sede do governo foi aprovada pela lei 10.695, de 2007 e, desde então, acontece todos os anos.

"Nessa data, assim como o 2 de Julho, a gente se sente orgulhoso de ser baiano. A Bahia e os baianos e baianas têm um destaque e uma força especial na história desse País, não só no curso civilizatório, mas uma presença forte na história, na música e cultura", afirmou o governador Rui Costa.

Fizeram parte da solenidade um desfile cívico, honras militares e o ‘Te Deum’, ato religioso em memória aos que lutaram pela independência

Além da agenda de celebração histórica, o município de Cachoeira foi contemplado com a entrega de um Terminal Turístico.

O equipamento, que custou R$ 4,4 milhões em investimentos, conta com um novo píer com atracadouro flutuante e está integrado à requalificação urbana de uma praça adjacente, localizada às margens do Rio Paraguaçu.