ANS aprova reajuste recorde de 15,5% nos planos de saúde


A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) aprovou nesta quinta-feira, 26, o reajuste de 15,5% dos planos de saúde individuais e familiares. A medida é válida para o período de maio de 2022 até abril de 2023.

Este é o maior reajuste já aprovado desde 2000, quando a Agência nasceu.

Segundo a ANS, 8 milhões de contratos serão afetados e eles representam 16,3% dos consumidores. O cálculo foi realizado com base na diferença das despesas assistenciais por beneficiário dos planos de saúde individuais de um ano para o outro.

"O índice de 2022 resulta da variação das despesas assistenciais ocorridas em 2021 em comparação com as despesas assistenciais de 2020", explicou o órgão.

Em 2021, pela primeira vez, a Agência aprovou um reajuste negativo, de -8,19%. O motivo foi a queda de 17% provocada pela pandemia no uso de serviços médicos, como consultas, exames, terapias e cirurgias realizadas em 2020.

Portal a Tarde