Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães antecipa mudanças da Reforma Administrativa

Nesta sexta-feira, 04, após reunião com o secretariado, ficaram definidas algumas mudanças já previstas na Reforma Administrativa, que deverá acontecer ainda este ano, que hoje depende exclusivamente de uma votação na Câmara Municipal.

A Reforma, que deverá mudar nomes de algumas secretarias, e fazer ajustes em alguns cargos, tem como principal finalidade a redução de custos e a modernização do formato administrativo. “Estamos estimando uma redução, apenas em folha de pagamento, em torno de R$ 1 milhão por ano. Isso acontecerá apenas com extinção de alguns cargos e redução de tributos trabalhistas”, prevê o secretário de governo, Danilo Henrique.

Mudanças imediatas

Algumas das mudanças previstas, desde outubro de 2021, deverá acontecer de forma imediata e sem demissões; o atual chefe de gabinete, Renato Faedo, deverá ocupar a pasta do Meio Ambiente, que hoje é comandada por Jefferson Café. Quem irá para a chefia de gabinete, em seu lugar, será o atual secretário de educação, Carlos Lopes, que deixa a pasta da educação sob o comando do Café.

Claramente uma destas mudanças teve uma forte conotação política; a do professor Carlos Lopes. “Estou de volta à minha função original de relacionamento político ao lado do prefeito, na chefia de gabinete. Função que muito me agrada e que desempenhei durante os pleitos de 2016 e 2020 na composição da vereança”, afirmou o Mineiro, um velho conhecido dos quase 200 vereadores que disputaram uma vaga na Câmara Municipal, ao lado do atual prefeito.

“Estou de volta ao campo e acredito que tenho muito que contribuir nessa nova missão que me foi dada”, comemorou Renato Faedo. “Vamos dar segmento ao trabalho iniciado pelo Café e colocar nosso Aterro pra funcionar dentro dos prazos previstos”, concluiu Faedo.

Já para o engenheiro agrônomo Jefferson Café, que tem claras pretensões políticas, a secretaria de educação será um grande desafio, após este longo tempo de pandemia. “Eu já vinha acompanhando o desenrolar da educação ao lado do Mineiro e já temos um plano de ação traçado. Sabemos das dificuldades, mas garanto que grandes novidades estão por vir”, disse Café.