Bahia é o segundo estado com mais mortes de crianças por Covid-19


Dados do Portal da Transparência do Registro Civil apontam que a Bahia é o segundo estado com mais mortes de crianças entre 5 e 11 anos por Covid-19. Segundo o levantamento, feito pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), o estado registrou 30 falecimentos causados pela doença desde o início da pandemia. A contabilização considera informações disponíveis até a primeira semana de janeiro deste ano.

O Brasil totaliza 324 falecimentos por Covid-19 desde o início da pandemia. Entre os Estados brasileiros, São Paulo, estado mais populoso do país respondeu percentualmente por 22,8% dos óbitos de crianças nesta faixa etária, seguido por Bahia (9,3%), Ceará (6,8%), Minas Gerais (6,5%), Paraná (6,2%), Rio de Janeiro (5,9%) e Rio Grande do Sul (4%). Amapá, Mato Grosso e Tocantins foram as unidades que registraram o menor número de óbitos na faixa etária.

Na Bahia, o ano de 2021 foi aquele que registrou o maior número de mortes cuja causa mortis consta como Covid-19 [17], enquanto que em 2020 foram 13. Na primeira semana de janeiro de 2022 não foram contabilizados óbitos por Covid-19 de crianças entre 5 e 11 anos, embora os Cartórios de Registro Civil tenham o prazo legal de até 10 dias para enviar os dados ao Portal da Transparência.

Com vacinação recentemente aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a Bahia deve receber a primeira remessa das doses em breve. Ao todo, 1,2 milhão de doses de vacinas contra Covid-19, destinadas à crianças, chegaram ao país na madrugada desta quinta-feira (13).

Metro1