Suspeitos de matar tenente da PM são mortos em troca de tiros com a Policia


Dois homens apontados pela polícia como suspeitos de envolvimento na morte do tenente da PM Mateus Grec, ocorrida no domingo (12), no bairro de Cosme de Farias, em Salvador, morreram na madrugada desta quarta-feira (15), durante troca de tiros com policiais, em Sussuarana.

Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública (SSP), equipes do Batalhão de Choque e Rondesp Central chegaram ao local onde estavam os suspeitos, após uma denúncia anônima.

Os dois homens estavam escondidos em uma casa e, de acordo com o órgão, atiraram contra os policiais. O tiroteio começou, e a dupla foi atingida. Eles foram levados para o Hospital Geral Roberto Santos, no bairro do Cabula, mas não resistiram aos ferimentos.

A polícia apresentou uma pistola calibre 380, um revólver calibre 38 e munições, apreendidos na ação. Além disso, um carregador, 35 celulares, 26 kits de drogas, uma balança, um relógio e 33 tiras envelopadas de entorpecentes também foram localizados.

As equipes apreenderam também 50 quilos de alimentos em embalagens que, segundo a SSP, estavam acondicionadas e prontas para serem arremessadas para o Complexo Penitenciário de Mata Escura. O caso foi registrado na Corregedoria da Polícia Militar.

O tenente da Polícia Militar Mateus Grec de Carvalho Marinho Queiroz, de 35 anos, morreu após ser baleado em uma troca de tiros com suspeitos de tráfico de drogas no bairro de Cosme de Farias, em Salvador, na noite de domingo (12). Outros quatro homens também foram baleados na ação, e um deles também morreu.

O oficial fazia parte da equipe da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT) de Rondas Especiais (Rondesp Atlântico ).

O crime aconteceu na região do Alto do Cruzeiro. De acordo com a PM, os policiais faziam rondas no local, quando foram surpreendidos por cerca de 20 homens. Mateus foi atingido no tórax, onde não há proteção do colete à prova de balas.

Ele foi socorrido pelos colegas para o Hospital Geral do Estado (HGE), e morreu na unidade. A PM detalhou ainda que, após a morte do tenente, suspeitos invadiram casas em Cosme de Farias, e fizeram moradores reféns.

Três homens foram presos e ainda não há informações se os casos possuem ligação. Os crimes estão sendo investigados e o policiamento foi reforçado na região.

Em nota, a Polícia Militar da Bahia manifestou pesar pela morte do tenente, que estava na corporação há oito anos. Mateus deixa esposa e foi enterrado na segunda-feira (13), no cemitério Bosque da Paz, em Salvador.

G1 BAHIA