segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

Criação do Serviço de Inspeção Consorciado Oeste é discutido em reunião no Consid


Cumprindo o calendário de encontros para discutir a implantação do Serviço de Inspeção Consorciado Oeste (SIC), na sexta-feira (12), secretários e representantes das secretarias de agricultura de Barreiras, Santa Rita de Cássia, Wanderley e Mansidão se reuniram na sede do Consórcio Multifinalitário do Oeste da Bahia (Consid). A criação do SIC busca viabilizar a comercialização de produtos de origem animal e dessa forma, adequá-los ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI).

Para que os itens de origem animal produzidos no Oeste possam ser comercializados em instâncias estaduais e até nacionalmente, a criação do SIC é estratégica. Os municípios inscritos farão um levantamento das potencialidades agroindustriais existentes, bem como das associações em funcionamento. Um cadastro único será criado e alimentado pelos profissionais do Consid. Os negócios receberão apoio técnico que garantirá sua organização e crescimento, tornando-os aptos para entrar no mercado em conformidade com as especificações técnicas e sanitárias exigidas.

O coordenador da Vigilância Sanitária de Barreiras, Canuto Aires destacou a importância do Consid firmar parcerias com a Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) e com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (Ifba) para a utilização dos laboratórios de análise de água e alimentos. “ Itens como leite, carne, mel, salame e a água precisam passar por análises criteriosas como forma de garantir a segurança alimentar para população e estas parcerias são fundamentais para que o Oeste possa obter, com mais rapidez, as certificações necessárias”, disse.

Até que o SIC seja implantado, reuniões semanais serão realizadas para ajustes e socialização do cenário de cada município. Além do levantamento das atividades agroindustriais existentes, os participantes deverão verificar junto ao jurídico das prefeituras a necessidade de ajustes na legislação. Ficou acordado ainda que o jurídico do Consid leve ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) a demanda pela criação de cargo específico para fiscal agropecuário, que será responsável pela realização dos serviços de inspeção dos produtos de origem animal junto aos municípios consorciados.





Comente aqui!


Atenção!
Você é responsável pelo seu comentário.
Obrigado.
EmoticonEmoticon