segunda-feira, 4 de janeiro de 2021

Cão comove ao esperar mais de um mês por dono que morreu de covid-19


Um cãozinho comoveu os funcionários de um hospital no México, no estado de Tamaulipas, ao esperar mais de um mês pelo dono, que faleceu em decorrência da covid-19. De acordo com o jornal Clarín, Covito, como foi apelidado, não sai da porta do Hospital Geral Solidaridad de Nuevo Laredo, na esperança de ainda encontrar o dono.

Os trabalhadores decidiram cuidar do animal, construindo um abrigo, além de cuidarem e o alimentarem diariamente. Em entrevista ao jornal, uma funcionária identificada como Dulce falou sobre a situação: "Esse cachorrinho nos dá muita felicidade. Sempre que nos vê, nos acompanha à área de covid-19 do hospital e retorna".

A funcionária ainda confirmou que o cãozinho costuma ficar sempre nos mesmos horários no local onde o dono foi internado: "Ele sempre está parado na portaria da área de cuidados da covid-19 ou na portaria de emergência do hospital, às 5 da manhã".

Nas redes sociais, os internautas comparam a situação com a do filme Sempre ao seu lado, em que o cão, Hachiko, espera diariamente por anos o dono na estação de trem que costumava frequentar antes de morrer.

Em maio de 2020 outra história parecida também ocorreu em Wuhan, na China. Um cachorro esperou por quase três meses pelo seu dono, que foi internado em um hospital com sintomas da covid-19. O homem morreu cinco dias depois. Alimentado por funcionários, recebeu o nome de Xiao Bao.

Correio Braziliense

Deixe aqui o seu comentário!


Atenção! Você responsável pelo seu comentário.
EmoticonEmoticon