terça-feira, 22 de dezembro de 2020

Jorge Felippe assume prefeitura do Rio de Janeiro após prisão de Crivella


O vereador Jorge Felippe (DEM) assumirá a prefeitura do Rio de Janeiro pelos próximos nove dias, após a prisão do prefeito Marcelo Crivella (Republicanos), na manhã desta terça-feira, 22, em um desdobramento da Operação Hades, que investiga um suposto 'QG da Propina' na Prefeitura do Rio

Presidente da Câmara Municipal, Felippe era o primeiro na linha de sucessão após a morte do vice-prefeito da cidade, Fernando MacDowell, em maio de 2018.

Felippe tem 70 anos e está cumprindo seu 7º mandato na Câmara, quinto consecutivo. É aliado do prefeito eleito Eduardo Paes (DEM), que toma posse no próximo dia 1º de Janeiro. Em nota, o democrata garantiu que fará o trabalho de sucessão para a próxima gestão e irá garantir o funcionamento das instituições cariocas.

"Quero tranquilizar os moradores da cidade do Rio de Janeiro garantindo que a cidade não ficará sem comando nestes últimos dias da atual gestão. Já estou me encaminhando para a prefeitura onde vou tomar as rédeas da situação cumprindo o que determina a nossa Constituição. A transição vai continuar e vamos garantir o pleno funcionamento dos serviços municipais até o dia 1º de janeiro. O Rio de Janeiro tem prefeito", assertiu.

A Tarde

Comente aqui!


Atenção!
Você é responsável pelo seu comentário.
Obrigado.
EmoticonEmoticon