quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

Bolsa Família será mantido após Bolsonaro desistir do Renda Brasil


Governo e líderes do congresso desistiram da criação do Renda Brasil este ano. Portanto, ao acabar o auxílio emergencial, o Bolsa Família será mantido. A decisão foi tomada após reunião entre os parlamentares, o Ministro da Economia Paulo Guedes, Eduardo Ramos da Secretaria do Governo e o presidente da República Jair Bolsonaro.

O benefício volta em janeiro do ano que vem, mas a sua ampliação para inclusão da parcela da população que ficará sem assistência com o fim do auxílio emergencial deve acontecer apenas a partir de fevereiro, quando será discutido o orçamento da União 2021.

A lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) deverá acontecer dia 16 de dezembro. A aprovação da proposta serviria para evitar uma paralisação da máquina pública no início do ano que vem.

Apesar das expectativas do governo, o relator das propostas de corte de gastos, senador Márcio Bittar (MDB-AC) não incluiu o projeto Renda Brasil no seu parecer.

METRO 1

Deixe aqui o seu comentário!


Atenção! Você responsável pelo seu comentário.
EmoticonEmoticon