segunda-feira, 9 de novembro de 2020

Moro e Luciano Huck se reúnem e traçam aliança para disputar presidência em 2022


O ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, e o apresentador da TV Globo, Luciano Huck, iniciaram no fim do último mês conversas para formar uma possível aliança para a disputa da presidência da República em 2022.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, ambos iniciaram o diálogo numa reunião no apartamento de Moro, em Curitiba, no dia 30 de outubro, quando acertaram um acordo para ser uma “terceira via” para disputar o Palácio do Planalto.

Por se tratar de uma conversa inicial, não se definiu quem seria o cabeça de chapa numa eventual disputa. Segundo apuração do jornal, esta decisão deve ser tomada durante 2021.

Esta foi a primeira reunião que ambos tiveram desde que se conheceram pessoalmente na edição de 2019 do Fórum Econômico Mundial, em Davos, quando Moro ainda era ministro do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

De acordo com a publicação, ambos conversaram sobre uma candidatura construída sob a marca da “racionalidade”. A intenção é formar um projeto de centro desvinculado da direita conservadora liderada por Bolsonaro e da esquerda que orbita em torno de Ciro Gomes (PDT) e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Para viabilizar a aliança eleitoral, no entanto, Moro e Huck precisariam se filiar a partidos políticos até abril de 2022, seis meses antes da eleição.

O apresentador é próximo do Cidadania, que já lhe ofereceu legenda. Por conta disto, ele teria que deixar a Rede Globo até, provavelmente, no segundo semestre do próximo ano.

Moro, por sua vez, já recebeu sondagens de diversos partidos, entre Podemos, Novo e DEM, presidido nacionalmente pelo prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM)

BAHIA NOTICIA

Deixe aqui o seu comentário!


Atenção! Você responsável pelo seu comentário.
EmoticonEmoticon

Vamos Produzir?

Curta a página Hailton Pereira no Facebook!


Clique no botão CURTIR.