terça-feira, 6 de outubro de 2020

Moro é pressionado pela família a deixar o Brasil e se afastar da política, diz coluna


O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, vem sendo pressionado pela própria família a deixar o Brasil. Familiares querem que ele passe uma temporada dando aulas de Direito no exterior, como forma de se afastar da política partidária e de um eventual projeto de concorrer à Presidência da República em 2022.

Segundo a coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo, a esposa dele, Rosângela Moro, apoia isso. Ela tem repetido a interlocutores que o marido já deu a contribuição que tinha que dar ao país - antes de ocupar o cargo no governo do presidente Jair Bolsonaro, Moro foi o juiz responsável pelos processos da Operação Lava Jato no Paraná - e que a política partidária não seria adequada para ele.

De acordo com a publicação, o próprio ex-ministro disse a políticos que o visitam que não se sente inclinado a entrar na disputa eleitoral daqui a dois anos.

Bahia Noticia

Deixe aqui o seu comentário!


Atenção! Você responsável pelo seu comentário.
EmoticonEmoticon

Vamos Produzir?

Curta a página Hailton Pereira no Facebook!


Clique no botão CURTIR.