terça-feira, 8 de setembro de 2020

Cadastro Estadual para trabalhadores da cultura permanece aberto na plataforma online


O Cadastro Estadual dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Cultura, lançado em 14 de julho pelo Governo da Bahia, através das secretarias estaduais de Cultura (Secult) e do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), permanece aberto através de plataforma online. Além de traçar um panorama dos profissionais dos segmentos culturais nos 27 territórios de identidades baianos, o cadastro servirá de base para a Secult no acesso e liberação do Auxílio Emergencial da Lei Aldir Blanc, para os fazedores de cultura fragilizados pela pandemia.

Com a regulamentação da Lei Aldir Blanc em 17 de agosto de 2020, estão disponibilizados recursos na ordem de R$ 110 milhões para o estado da Bahia, destinando 80% para o auxílio da renda emergencial e 20% para a realização de editais, chamadas públicas, prêmios, aquisição de bens e serviços vinculados ao setor cultural.

Todos trabalhadores da cadeia cultural podem acessar a plataforma que está disponível no link http://bit.ly/Secult_Bahia. Ao final do cadastramento, deverá ser solicitado o envio dos dados para o e-mail informado, lembrando ainda que é necessário selecionar a opção indicada na tela final do cadastramento para receber a cópia da inserção de informações.

Em caso de dúvidas, os solicitantes podem entrar em contato através do endereço cadastrotrabalhador@cultura.ba.gov.br, informando nome completo, CPF e e-mail para verificação.

O pagamento da renda emergencial será limitado a:

° Cinco pagamentos mensais retroativos a junho de 2020;
° Até duas pessoas da mesma unidade familiar, cada uma recebendo o valor R$ 600,00;
° Quando a mulher for provedora da família (monoparental), pode receber duas cotas de R$ 600,00
.

Deixe aqui o seu comentário!


Atenção! Você responsável pelo seu comentário.
EmoticonEmoticon

Vamos Produzir?

Curta a página Hailton Pereira no Facebook!


Clique no botão CURTIR.