domingo, 9 de fevereiro de 2020

Recadastramento obrigatório das propriedades rurais da Bahia vai até 15 de junho


O recadastramento sanitário obrigatório dos produtores e das propriedades rurais começou no dia 1º de fevereiro e segue até 15 de junho, informou a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab).

O objetivo do recadastramento é fortalecer as estratégias de defesa agropecuária, além de fortalecer a rastreabilidade e a vigilância epidemiológica contra enfermidades e pragas de interesse da defesa agropecuária e saúde pública.

O ato pode ser realizado no escritório da Adab mais próximo onde o imóvel está situado.

As propriedades de criação terão que recadastrar bovinos, bubalinos, asininos, muares, equinos, ovinos, caprinos, suínos e aves. Já as propriedades agrícolas deverão informar sobre todas as culturas em manutenção. Já as propriedades mistas informarão o que têm de cultivo e criações.

O recadastramento de propriedades agropecuárias apenas poderá ser realizado pelo proprietário ou por representante oficial. O produtor que não atender ao prazo e aos requisitos estabelecidos estará sujeito à inativação do cadastro, impedimento do trânsito de animais e produtos agropecuários, além das penalidades legais previstas em lei.

G1 Bahia

Deixe aqui o seu comentário!


Atenção! Você responsável pelo seu comentário.
EmoticonEmoticon

Vamos Produzir?

Curta a página Hailton Pereira no Facebook!


Clique no botão CURTIR.