CURTA e COMPARTILHE a nossa página



sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Produtores rurais do oeste ampliam entidade que acolhe crianças em situação de risco


A sede da Associação de Amparo ao Menor Carente (Amec), localizada no bairro Recanto dos Pássaros, em Barreiras, passa a contar com uma ampla sala, copa e mais um dormitório. A inauguração do novo espaço, que vai oferecer mais conforto para os jovens atendidos, ocorreu na tarde desta quarta-feira (5), diante das presenças de colaboradores e parceiros da instituição. Os recursos que custearam as obras são provenientes do Fundo para o Desenvolvimento Sustentável e Integrado da Bahia (Fundesis), organismo pertencente à estrutura do Instituto Aiba (Iaiba), que capta doações voluntárias dos produtores rurais, com o intermédio do Banco do Nordeste, para aplicar em projetos sociais selecionados por edital publicado anualmente.

A presidente da Amec, Delma Pedra, na ocasião da entrega da nova estrutura, enalteceu a visão social dos doadores. “Fizemos grande esforço para organizar essa instituição, mas a estrutura física estava muito degradada. Com a ajuda do Fundesis passamos a contar com instalações aconchegantes, modernas e adequadas. Essa reforma, com ampliação, representa a preocupação dos produtores rurais que investem no Fundesis. Eles sabem que essa contribuição vai gerar benefícios de inestimável valor social e humano”, afirmou. Ela reforçou a importância do trabalho da instituição, uma organização da sociedade civil que, há 23 anos, atua no apoio a crianças e adolescentes em situação de risco e sob medida de proteção judicial.

Helmuth Kieckhöfer, superintendente do Iaiba, observou que a transformação na Amec é fruto de edições anteriores do Edital do Fundesis. Ele informou que a seleção de projetos para 2020 está em andamento, com investimento recorde de R$ 2,5 milhões, para que entidades sem fins lucrativos possam concorrer às cotas de até R$ 80 mil. “Aqueles projetos mais necessários, que tenham efeito multiplicador, podem ser selecionados pelo Conselho e contemplados com o recurso”, informou. Simone Tomasi, gerente de negócios do Banco do Nordeste, contou como tem sido a aceitação dos produtores no processo de doação. “Raramente um produtor se nega a contribuir. E eles comentam sobre a seriedade com que o Fundesis é conduzido”.

Atualmente é oferecido pela Amec acolhimento na modalidade de abrigo institucional, de caráter provisório, para jovens de 3 a 18 anos, encaminhados pelo poder judiciário, até que eles possam encontrar condições de estabilidade e segurança para o retorno ao lar. O atendimento psicossocial, somado às visitas domiciliares e a articulação com a rede pública de serviços, executados pela Amec, já serviram de apoio para mais de 800 crianças e adolescentes desde o início das atividades da instituição. A solenidade de inauguração contou, ainda, com as presenças de representantes do Conselho Tutelar de Barreiras, da coordenadora do Fundesis, Makena Thomé, e teve uma bela apresentação executada pela Escola de Ballet Mar e Ar.




Assessora de Comunicação Aiba

Deixe aqui o seu comentário!


Atenção! Você responsável pelo seu comentário.
EmoticonEmoticon

Vamos Produzir?

Curta a página Hailton Pereira no Facebook!


Clique no botão CURTIR.