sábado, 8 de fevereiro de 2020

Equipe da Semmarh de Formosa realiza fiscalização na Região dos Gerais


A equipe da Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semmarh) de Formosa do Rio Preto realizou fiscalização na região dos Gerais na manhã desta sexta-feira (07/02) e constatou que são vários os fatores que fizeram com que as enxurradas provocadas pelas fortes chuvas dos últimos dias carregassem grande quantidade de terra para um dos brejos da região e, na sequência, para o Rio Sapão e Rio Preto, provocando a turbidez da água desde aquela região até a sede do município.
Alguns desses problemas que provocam erosão, voçorocas, sumidouros e desmoronamento de terra são o próprio solo frágil do bioma, a falta de medidas de conservação do solo de algumas fazendas daquela região, queimadas nos brejos, a estrada aberta na serra da Pintada de forma irregular que tem pontos de erosão e desmoronamento. 

Conforme identificado pela Semmarh, há mais de 40 pontos nas áreas de escarpas do município em situação de risco iminente de provocar desastres como o atual e o ocorrido no mês de dezembro, onde as águas das chuvas carregam grande quantidade de terra para os cursos d’água, modificando a cor da água do Rio Preto.

Os responsáveis pelas irregularidades identificadas pela Secretaria do Meio Ambiente serão devidamente notificados. Também será feito um comunicado formal ao Inema, órgão licenciador da atividade agrossilvipastoril na Bahia e também fiscalizador ambiental para que as medidas cabíveis ao estado também sejam tomadas.

Vale lembrar também que não foi identificado nenhum rompimento de barragem ou despejo de outro tipo de material que não fosse o solo arrastado pelas enxurradas para os cursos d'água naquela região fiscalizada.











Ascom/Prefeitura de Formosa do Rio Preto/BA

Deixe aqui o seu comentário!
EmoticonEmoticon

Curta nossa página no Facebook!

Vamos Produzir?