quarta-feira, 9 de outubro de 2019

Realizado em São Desidério 1º Seminário de Acessibilidade e Inclusão da Pessoa com Deficiência


“Estamos vivendo um momento histórico, de grande importância para quebrar barreiras, lutar por nossos direitos, compartilhar experiências e conhecimento”, disse a jovem Clausivanhe Mano sobre a realização do I Seminário de Acessibilidade e Inclusão da Pessoa com Deficiência nos Diversos Setores Sociais.

Realizado pela prefeitura por meio da Secretaria de Assistência Social (SAS) nos dias 07 e 08 de outubro, o Seminário foi planejado pelo Grupo Gestor do Programa BPC na Escola com o apoio dos equipamentos da SAS envolvendo as políticas de Educação, Assistência Social, Saúde e Direitos Humanos. “Este é um espaço de conhecimento, troca de saberes e construção de políticas públicas para a superação das barreiras vivenciadas pelas pessoas com deficiência”, confirma a secretária da SAS, Vandreia Mendes.

Clausivanhe lembra que apesar de sua deficiência física, sempre lutou para realizar seus sonhos. Hoje ela é psicóloga e ajuda outras pessoas a conquistar seus espaços também. “Deficientes ou não, todos temos limites, por isso precisamos respeitar, conhecer nossos direitos, lutar por mais acessibilidade e inclusão, agradeço as iniciativas no município que tem pensado e colaborado com a pessoa com deficiência, temos muito a conquistar ainda”, completa.

A estudante de Pedagogia, Janinne Farias que é surdo-cega participou da palestra de abertura do Seminário e frisou assuntos relacionados à Deficiência, Inclusão e Acessibilidade. “É preciso criar as possibilidades de integrar a pessoa com deficiência na sociedade, estou muito feliz em estar aqui hoje e mostrar que podemos sonhar, realizar planos e superar muitos obstáculos”, disse Janinne.

O evento contou com palestras, apresentações musicais e teatrais, mesa redonda e relatos de experiências com o tema ‘Meu Lugar de Fala’, a exemplo da jovem estudante Lucivânia Costa. “Eu não enxergo, mas posso sentir, nós pessoas com deficiência somos seres humanos iguais a qualquer outro e só queremos ser felizes”, revelou.

O primeiro Seminário contou também com a participação de interpretes. “São novos caminhos e oportunidades que as famílias e as pessoas com deficiência estão recebendo, nós pais nos sentimos agradecidos e fortalecidos para seguir a luta diária, pois essa parceria entre profissionais e família é fundamental para o desenvolvimento deles”, alegra-se Ileones Rocha.






PREFEITURA DE SÃO DESIDÉRIO-BA
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Deixe aqui o seu comentário!
EmoticonEmoticon