segunda-feira, 9 de setembro de 2019

Tradição, animação e homenagens marcam a 103ª edição da Pegada do Mastro em São Desidério


O feriado de 7 de setembro em São Desidério também foi marcado pela tradicional Pegada do Mastro, manifestação cultural do município que este ano comemorou 103 anos de história. Com o apoio da Prefeitura de São Desidério por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (SECULT), o evento foi realizado pelos organizadores dos festejos religiosos do município e contou com a participação de muitas pessoas, entre amantes da tradição e visitantes.

“Participo desta tradição deste pequeno e que segue na minha família desde os meus antepassados. É uma manifestação muito bonita que une a religião e a cultura da cidade e é importante manter viva as nossas raízes”, destacou o participante Geovane Ferreira de Souza.

Os participantes percorreram aproximadamente 06 km da localidade de Cabeceira da Mamona até a sede, trazendo os mastros - duas árvores de aproximadamente 15 metros cada, símbolos dos festejos religiosos da Padroeira do município Nossa Senhora Aparecida, comemorada no dia 19 de setembro, e do Divino Espírito Santo, dia 20. Os mastros foram deixados em frente à Igreja Matriz, onde serão hasteados durante os festejos religiosos.

A animação marcou o retorno dos participantes a sede do município, onde foram recepcionados pela população na chegada com rodas de samba em alguns pontos. “A tradicional e centenária Pegada do Mastro foi um momento de grande participação do povo de São Desidério que com muita alegria mantém essa manifestação de fé e cultura”, afirmou o secretário da SECULT, Florentino Souza.

Homenagens póstumas - Este ano, a organização homenageou Erisvaldo Macedo dos Santos (Ricão), um dos participantes assíduos da tradição da Pegada do Mastro que faleceu em julho. Durante o cortejo com os mastros na cidade, foi feita uma parada em frente à casa de Nelson da Ana, um dos capitães do mastro, já falecido. Foliões e pegadores do mastro também fizeram uma parada para um minuto de silêncio e oração em frente à casa do centenário Manoel Barbosa, seu Manezim, que faleceu na tarde de sábado 07 de setembro, aos 106 anos. 





PREFEITURA DE SÃO DESIDÉRIO-BA
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Deixe aqui o seu comentário!
EmoticonEmoticon