domingo, 22 de setembro de 2019

Acadêmicos de Medicina da UFOB promovem Visita Técnica no Centro POP de Barreiras


Orientados pelo professor de saúde pública, Ítalo Ricardo, os acadêmicos do Curso de Medicina da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB) conheceram o trabalho humanizado que a Prefeitura de Barreiras vem realizando através da Secretaria de Assistência Social e Trabalho no Centro POP. Eles puderam compartilhar informações e ouvir as experiências vividas pelos moradores de rua atendidos pelo Centro POP, em uma conversa descontraída durante uma Visita Técnica na manhã da última sexta-feira, 20.

Na oportunidade, os acadêmicos fizeram levantamento de dados sobre condições de saúde, alimentação e informações sobre acesso ao atendimento e acompanhamento médico, além do funcionamento dos serviços prestados pelo Centro Pop. O objetivo é estreitar os laços entre a UFOB e a Secretaria de Assistência Social e Trabalho que coordena o Centro Pop, para que se firme uma parceria no intuito de desenvolver um projeto interventivo que amplie o atendimento na promoção à saúde desse público.

O coordenador do centro Pop, Fernando Azevedo, explicou que já foram contabilizados mais de 1200 cadastros, e que mensalmente são verificados entre 30 e 50 novos demandatários, e que a população é rotativa.

“Compartilhamos com a UFOB um momento muito especial, apresentando nosso trabalho e demostrando como a população de rua tem sido bem assistida pela Secretaria de Assistência Social. Temos aqui, demandatários que já são moradores da cidade e outros imigrantes a procura de emprego, mas diariamente atendemos aproximadamente 40 pessoas, que realizam a higiene pessoal e alimentação, além de todo acompanhamento social”, disse Fernando.

O morador de rua, José Arimatéia da Silva, 46 anos, salientou que a roda de conversa abriu espaço para falar de sua história até chegar à situação de rua e perspectivas de mudança. “No Centro Pop me sinto muito valorizado, recebendo apoio e abrigo neste ambiente acolhedor. Conversando com esses jovens, eu quis expressar minha história para que as pessoas quebrem essa imagem excludente, comecem entender que cada um sabe a trajetória de vida até chegar a morar nas ruas. Não é uma vida fácil, já fui machucado e sofri muitos preconceitos”, disse o morador.

Orientador da visita dos acadêmicos no Centro, o professor de saúde pública da UFOB, Ítalo Ricardo esclareceu sobre os objetivos desse importante contato com a população de rua. “A visita técnica teve o objetivo de aproximar a Universidade e os alunos de medicina dessa população vulnerável e fazer esse primeiro levantamento das necessidades para futuras parcerias de extensão e pesquisa entre a UFOB e o Centro POP”, esclareceu Ítalo.

A visita foi finalizada com uma alegre Roda de Capoeira, com a participação do Grupo de Capoeira Guerreiros da Lua. O Centro Pop está aberto para receber pessoas em situação de rua, e oferece atividades de artesanato, musicoterapia, refeições e principalmente o resgate da dignidade das pessoas. Uma média de 30 a 50 pessoas passam pelo local todos os meses, além dos 51 casos que recebem acompanhamento fixo, com encaminhamentos a psiquiatra, dentistas e auxílio nas medicações de rotina. O Centro está localizado na Av. Ahylon Macêdo, após a ponte, na saída para Brasília.

Diretoria de Comunicação/Prefeitura de Barreiras

Deixe aqui o seu comentário!
EmoticonEmoticon