A Câmara Municipal de Formosa do Rio Preto aprovou no dia 25 de junho o projeto de municipalização do Bolsa Família, de autoria da Prefeitura. O Programa é totalmente custeado pelo município e vai ajudar a complementar a renda das famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade, combatendo a fome, reduzindo as desigualdades e promovendo políticas públicas. É a Prefeitura de Formosa do Rio Preto, cada vez mais trabalhando pela nossa gente.

segunda-feira, 29 de julho de 2019

Trabalho de agentes de endemias é essencial para o combate ao Aedes Aegipty




Classificada pelos profissionais de saúde como arboviroses, doenças infecciosas transmitidas por insetos e aracnídeos, dengue, zika e chikungunya, contraídas através da picada do mosquito Aedes Aegipty, são combatidas diariamente por meio das ações dos agentes de endemias do Centro de Controle de Zoonoses. Esta semana, em Barreiras, os trabalhos estarão concentrados até a quinta-feira, 01, no Levantamento de Índice Rápido para Infestação do Aedes Aegypti – LIRA.

Os agentes de endemias atuam uniformizados, com bolsa personalizada e crachá. Em 2018, foram notificadas 329 pessoas com dengue, e já nesse primeiro semestre de 2019, até junho, foram atendidos 2.012 pessoas com suspeita da doença

“O trabalho do agente é feito diariamente, de casa em casa e a pé, é muito importante que os moradores atendam esse profissional. É por meio dele que identificamos onde estão os focos do mosquito da dengue e também promovemos o controle de doenças como Leishmaniose e Chagas”, informou Arian Sodré, coordenador de endemias do Centro de Controle de Zoonoses de Barreiras.

Atualmente, Barreiras possui cerca de 100 agentes, são sete equipes em campo, realizando visitas às residências, de segunda a sexta-feira. Em caso de dúvidas, a população também pode entrar em contato como o Centro de Controle de Zoonoses, ligado à Secretaria Municipal de Saúde, pelo telefone (77) 3613-6700.

“Sabemos da preocupação dos proprietários dos imóveis com relação à segurança, principalmente depois que uma matéria antiga onde indivíduos se passaram por agente de endemias foi republicada na imprensa do estado e local como se fosse uma ocorrência recente, mas frisamos que os nossos profissionais possuem fardamento e acessórios específicos para atuar nas visitas aos bairros, facilitando a identificação. Em caso de dúvidas verifique primeiro, mas o acesso do agente às residências é fundamental para o controle das arboviroses”, destacou Ubirajara Marques, coordenador da Centro de Zoonoses.

Deixe aqui o seu comentário!
EmoticonEmoticon