A Câmara Municipal de Formosa do Rio Preto aprovou no dia 25 de junho o projeto de municipalização do Bolsa Família, de autoria da Prefeitura. O Programa é totalmente custeado pelo município e vai ajudar a complementar a renda das famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade, combatendo a fome, reduzindo as desigualdades e promovendo políticas públicas. É a Prefeitura de Formosa do Rio Preto, cada vez mais trabalhando pela nossa gente.

quarta-feira, 31 de julho de 2019

Prefeitura de Barreiras promove encontro sobre pré-natal de alto risco para profissionais da atenção básica de 37 municípios do Oeste


Com o objetivo de mostrar a nova estrutura, as prioridades de atendimento, assegurando e expandindo cuidados integrais à saúde da mulher no período gestacional no Centro de Atendimento à Mulher (CAM), a Prefeitura de Barreiras, através da Secretaria Municipal de Saúde, dentro do Projeto Saúde Humanizada, realizou nessa terça-feira (30) um encontro no auditório da Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB), para falar sobre o pré-natal de alto risco e a maneira correta dos encaminhamentos para os devidos atendimentos no município.

O evento que faz parte das ações estratégicas da Rede Cegonha, contou com a participação de profissionais da Atenção Básica de 37 municípios da macrorregião que têm o acordo de pactuação com Barreiras, como: Ibotirama, Santa Maria da Vitória, Morpará, Canápolis, Buritirama, Paratinga, Muquém do São Francisco, Coribe, Santana, Jaborandi, dentre outros. De acordo com a coordenadora do CAM, Lidiana Borges, o Centro de Atendimento faz acompanhamento de segunda a sexta-feira, além do atendimento humanizado, oferece às gestantes um cuidado com equipe qualificada.

“Aqui temos quatro médicos obstetras, nutricionista, psicólogo, enfermeiros e técnicos de enfermagem que fazem diariamente acompanhamento das gestantes com alto risco. Para que esse atendimento seja cada vez mais humanizado alguns protocolos devem ser seguidos, e esse encontro foi justamente para reforçar as devidas orientações a essas gestantes com encaminhamento ao CAM”, destacou.

A enfermeira do setor de alto risco do CAM, Mariele Nogueira, destacou durante no encontro os fatores de risco que permitem a realização do pré-natal diferenciado como: portadoras de doenças infecciosas, hanseníase, tuberculose, anemia grave, com dependência de drogas lícitas, ilícitas ou qualquer patologia clínica que necessite de acompanhamento especializado. Também foi apresentado os fatores de risco que indicam encaminhamento à urgência ou emergência obstétrica.

“Incluímos na atenção à mulher durante a gravidez a prevenção e promoção da saúde, recebemos grávidas de alto risco de 37 municípios que são pactuados com Barreiras, esse atendimento é realizado com muita atenção e carinho, porque é o período delicado para muitas. Para que esse atendimento seja 100% eficaz, é necessário que os enfermeiros e responsáveis pelo encaminhamento ao CAM realizem os procedimentos adequados, esse foi a nossa meta nessa manhã”, enfatizou Mariele.

Dircom/Prefeitura de Barreiras

Deixe aqui o seu comentário!
EmoticonEmoticon