quarta-feira, 17 de julho de 2019

Governo pode autorizar saque de até 35% do saldo de contas ativas do FGTS


O governo do presidente Jair Bolsonaro avalia permitir que trabalhadores saquem até 35% dos recursos de suas contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Os valores correspondem aos contratos de trabalho atuais.

Com a medida, o Ministério da Economia estima a injeção de até R$ 42 bilhões na economia.
A intenção é tentar reanimar a economia, por meio do consumo, ainda neste ano. Junto com a liberação dos recursos do FGTS, também haverá mais uma rodada de saques do PIS/Pasep.

O governo também avalia limitar o saque da totalidade do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para trabalhadores demitidos sem justa causa. Atualmente, o cidadão demitido sem justa causa pode retirar toda a verba que tem no fundo, com rendimentos, além de uma multa de 40% sobre esse valor.

A medida também acabaria com falsos acordos entre empresas e trabalhadores de demissão apenas para permitir ao empregado sacar o FGTS.

Metro 1

2 Comments

Será q eu tenho direito de saca sou funcionária da prefeitura?

Tenho 24 anos que trabalhei na prefeitura de Angical só recibo 350 reais todo esse temp2o trabalhado comecei trabalhar em 1978 sai em 200

Deixe aqui o seu comentário!
EmoticonEmoticon