quarta-feira, 12 de junho de 2019

Prefeitura de Barreiras realiza Oficina de Planejamento para criação do Monumento Natural da Cachoeira do Acaba Vida



Fazendo parte da Programação da Semana Nacional do Meio Ambiente, comemorada entre 05 a 08 deste mês, a Prefeitura de Barreiras através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo, realizou na manhã da última sexta-feira (07), a Oficina de Planejamento para criação do Monumento Natural da Cachoeira do Acaba Vida. O evento aconteceu na Escola Municipal Adroaldo Fernandes na comunidade de Cerradão.

A proposta, segundo o secretário de meio ambiente e turismo, Demósthenes Júnior, visa criar uma Unidade de Conservação de Proteção Integral dentro da APA da Bacia Hidrográfica do Rio de Janeiro, e tem como objetivo preservar o ecossistema da localidade, para garantir a beleza cênica da cachoeira, considerada o Cartão Postal do Polo Turístico Caminho do Oeste, propiciando assim, condições para as pesquisas científicas, atividades de educação ambiental e de lazer.

O destaque na oficina ministrada pela a bióloga e analista ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo, Renata Dâmaso e pela turismóloga Ana Rita Cathala, foi para o projeto que atende a Lei Federal 9.985 de 18 de julho de 2000 e dispõe sobre o Sistema Nacional de Unidades de Conservação, seguindo todos os trâmites legais baseados na realização de estudos técnicos até a consulta pública, capazes de identificar a localização, a dimensão e os limites mais adequados para a unidade.

Através da solicitação feita pela Prefeitura de Barreiras, o projeto foi construído com base em estudos realizados por técnicos da Diretoria de Unidade de Conservação do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos. As informações disponíveis sobre a área de interesse, apontaram por meio da Nota Técnica INEMA 027/2017, que existe um claro potencial para criação de Unidades de Conservação de Proteção Integral, na categoria de Monumento Natural na área da Cachoeira do Acaba Vida.

A APA do Rio de Janeiro é uma Unidade de Conservação Estadual de Uso Sustentável, e está localizada na região Oeste do estado da Bahia se estendendo ao longo do Rio de Janeiro, desde a sua nascente, próxima a Serra dos Gerais, fronteira natural entre os estados da Bahia e Tocantins, englobando seus afluentes, abrangendo os municípios de Barreiras e Luís Eduardo Magalhães, com uma área total de 351.300 ha.

“A proposta visa oferecer um novo modelo econômico para a região através do turismo ecológico e de aventuras. Isso permitirá as comunidades um maior envolvimento no desenvolvimento social e econômico, com a inserção no processo turístico e busca de novas alternativas, gerando dessa forma, emprego e renda nos diversos setores da economia. Além disso, também promoverá o desenvolvimento sustentável na região através de um modelo exemplar de conservação”, destacou o secretário municipal de meio ambiente, Demósthenes Júnior.

Além da presença da equipe técnica da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo, a oficina de planejamento para criação do Monumento Natural da Cachoeira do Acaba Vida contou com a parceria do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA), da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), Agência 10envovimento, diretora do Departamento de Turismo, Mirtes Lima, vereador Otoniel Teixeira, moradores das comunidades vizinhas, professores e alunos da Escola Municipal Adroaldo Fernandes.

Deixe aqui o seu comentário!
EmoticonEmoticon

Uma forma inovadora e segura de pedir seu áudio!

Uma forma inovadora e segura de pedir seu áudio!
Clique no Banner e entre no site e faça o seu cadastro!