Colégio Municipal Padre Vieira será escola modelo do Programa Educacional “Conhecendo o Agro”


A Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer em parceria com a Associação Baiana dos Produtores de Algodão - ABAPA, Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia - AIBA, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - SENAR, Programa Despertar e Sindicato dos Produtores Rurais de Barreiras - SPBR realizaram nesta quinta-feira, 09, no auditório da ABAPA, a Formação de Professores para o Programa Educacional “Conhecendo o Agro”.

O Colégio Municipal Padre Vieira será a escola modelo para desenvolver o programa Conhecendo o Agro do 4º ano ao EJA, alcançando aproximadamente 1300 alunos. Oprincipal objetivo é levar conceitos fundamentais do agronegócio às crianças e adolescentes, através de metodologias e visitas às propriedades rurais, possibilitando a conexão entre teoria e prática, levando a realidade do setor e da região Oeste para a sala de aula e vice-versa. Com essa vertente, 35 professores, servidores e gestores da unidade receberam instruções para a primeira etapa, que revelará a interdependência campo-cidade, a dimensão e a importância do setor para a economia e valorização agrícola.

Na abertura das atividades, o presidente da ABAPA, Júlio César Busato contou um pouco da sua história nas terras do Oeste baiano, fazendo comparativos da vida do campo e da cidade, as dificuldades no início da década de 80 com os agricultores pioneiros e principalmente a importância dos alunos conhecerem a realidade do homem do campo, as tecnologias e incentivo à formação profissional. “Agradeço ao prefeito Zito pela oportunidade dessa parceria, porque tudo se inicia na educação. O programa Conhecendo o Agro é especial para a ABAPA e os parceiros, porque teremos a oportunidade de desmistificar a imagem negativa do agronegócio e quem sabe, incentivar os alunos a investirem o lado profissional para as atividades agrícolas”, salientou o presidente.

A secretária de educação, Cátia Alencar agradeceu os professores que abraçaram a proposta do programa que é dotado de uma metodologia própria e desenvolverá o tema de forma interdisciplinar, ao longo do ano letivo.

“Mais um desafio que a educação abraça, contando com o desempenho de nossos professores e gestores do Colégio Municipal Padre Vieira, que se tornará uma referência para o Oeste sendo a escola modelo para desenvolver essa experiência diferenciada que abordará o terceiro setor e o agronegócio que tanto influencia em nossa vida, com seus benefícios sociais, educacionais, sustentáveis e profissionais”, disse a secretária.

A formação técnica pela manhã foi coordenada pelo professor e doutor em geografia, Ricardo Reis Alves que apresentou conceitos fundamentais do agronegócio, debatendo temas importantes ligados à sustentabilidade, saúde, interdependência do campo-cidade e as oportunidades do agronegócio.

À tarde, a formação pedagógica foi ministrada pela consultora e autora de materiais didáticos do Programa Despertar, Clélia Corrêa Gonçalves, trazendo as experiências do Despertar na Bahia e nas escolas municipais do campo, além de temáticas da formação em pedagogia de projetos e da pesquisa, com informações básicas das culturas agrícolas do Oeste da Bahia.

Com expectativa de receber o projeto piloto do programa, a diretora do Colégio Municipal Padre Vieira, Elisangela Gomes elogiou a formação pedagógica que envolveu professores de todas as disciplinas. “Atendemos mais de 1300 alunos, e aproximadamente 350 são do campo. Será uma experiência nova que chega com novidades, formação e conteúdo diferenciado, despertando nos alunos e na nossa equipe, as melhores expectativas. Hoje, aprendemos muito, absorvermos assuntos ligados ao agronegócio e compartilhamos muitas experiências”, finalizou a diretora.

COMPARTILHAR
Anterior
Proxima