Secretários municipais são recebidos no projeto CDL Visita e discutem intervenções no trânsito de Barreiras



O secretário de segurança cidadã e trânsito, Júnior Sampaio e o secretário de indústria, comércio e serviços, Carlos Costa foram recebidos nessa manhã de terça-feira, 09, pelo presidente da CDL, André Braga, diretores e o gerente regional do Sebrae, Emerson Cardoso. O encontro faz parte do projeto CDL Visita, que convida personalidades políticas, empresariais e representativas para discutirem ações relacionadas ao desenvolvimento de Barreiras.

Na sede da entidade que representa os empresários lojistas, o presidente André Braga agradeceu a presença dos secretários, enfocando que a pauta do encontro estava relacionada à futura implantação do projeto Zona Azul no município, no que se refere às reivindicações dos empresários em ampliação de estacionamento na área central da cidade.

“Esse momento é muito positivo, porque abrimos espaço para acompanhar o andamento de projetos que beneficiam o comércio. Sabemos que Barreiras se tornou um polo comercial, a Capital do Oeste em todos os setores, e que circulam diariamente milhares de veículos, as pessoas querem ir para rua fazer suas compras e ainda temos deficiência de infraestrutura nessa área. Acreditamos que a Zona Azul trarás os benefícios do estacionamento rotativo e quanto melhor for o diálogo mais fácil serão as soluções”, disse Braga.

O secretário Júnior Sampaio informou que o projeto da Zona Azul está em andamento, que em breve deverá ser apresentado o estudo realizado na área de implantação, e que a gestão municipal está preocupada em planejar e apresentar soluções viáveis as intervenções no trânsito.

“O governo municipal tem tido uma preocupação permanente com todas as medidas relacionadas ao trânsito de Barreiras, devido o grande fluxo de veículos que temos em circulação. São mais de 90 mil veículos, por isso estamos passo a passo preparando os estudos de impacto e intervenções, e a Zona Azul certamente será implantada após todos os levantamentos de tráfego, estacionamento rotativo, áreas de maiores concentrações e outras, beneficiando assim, os condutores de um modo geral e os que vão ao comércio fazer suas compras”, disse o secretário.

Ao final, os diretores da CDL foram unânimes em pontuar as melhorias no fluxo de veículos, a sinalização das ruas e ainda sugeriram um estudo de caso de outras cidades que já operam com a Zona Azul, a exemplo de Itabuna e Guanambi. O agente de trânsito, Carlos Reis também participou da reunião, explicando os fatores de educação, engenharia e fiscalização, que são essenciais para o sucesso das intervenções no trânsito.

COMPARTILHAR
Anterior
Proxima