Reunião finaliza elaboração do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica em Barreiras


Em reunião na manhã de quinta-feira,04, a presidente do Sindsemb, Carmélia da Mata e o presidente do Sind Acs, Luciano Pereira, se reuniram na Secretaria de Saúde para participar da reunião e discutir os últimos ajustes da minuta do Projeto de Lei que vai regulamentar o Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica-PMAQ em Barreiras.

O programa do governo federal, PMAQ-AB tem como objetivo incentivar as equipes técnicas a melhorar a qualidade dos serviços de saúde oferecidos aos cidadãos. E para isso, propõe um conjunto de estratégias de qualificação, acompanhamento e avaliação do trabalho das equipes de saúde no dia a dia. Além disso, o programa eleva o repasse de recursos do incentivo federal e contempla todas as equipes de saúde da Atenção Básica (Saúde da Família e Parametrizada), incluindo as equipes de Saúde Bucal, Núcleos de Apoio à Saúde da Família e Centros de Especialidades Odontológicas.

Em Barreiras, a presidente Carmélia da Mata participou de todas as reuniões, discutindo todos os pontos, principalmente os que envolvem capacitação, incentivo de cotas de repasse advindos da União para melhorar a remuneração, mas também citou a importância da qualificação técnica da equipe de profissionais.

"Durante essas reuniões, estivemos com a equipe técnica da Saúde, servidores e coordenadores para discutir a construção do PMAQ Barreiras. Nosso objetivo é a valorização dos servidores, capacitação, melhoria dos postos de trabalho, porque com um bom ambiente e servidores satisfeitos, todo processo tende a melhorar. Agora aguardamos que nossos reivindicações dentro do projeto sejam consolidadas”, disse a presidente.

Segundo o presidente do Sind Acs, Luciano Pereira que também acompanhou passo a passo o processo, é importante destacar que esse projeto de lei foi construído a partir do diálogo com os servidores. “Esse é um momento que o município poderá valorizar mais nossos agentes de saúde e endemias com estes incentivos do governo federal com qualificação profissional, melhorias salariais entre tantas outras questões importantes para que possamos avançar cada vez mais no atendimento à saúde da população", afirmou.

Agora, a minuta do projeto de lei segue para as adequações finais na Procuradoria do Município e conhecimento do Conselho Municipal de Saúde, para que finalmente seja encaminhado para aprovação na Câmara de Vereadores.

COMPARTILHAR
Anterior
Proxima