Ministério Público da Suíça devolve ao Brasil 324 milhões de euros desviados pela Odebrecht


A Suíça devolveu ao Brasil 324 milhões de euros que estavam congelados no país pela Justiça. O dinheiro é proveniente de casos de corrupção que envolvem as empresas Petrobras e Odebrecht. O anúncio da devolução foi feito nesta terça-feira (9).

Segundo a Exame, desde o mês de abril de 2014 o Ministério Público suíço investiga o caso, “em particular as suspeitas de lavagem de dinheiro com agravante e, em muitos casos, as suspeitas de corrupção de agentes públicos estrangeiros”, afirma um comunicado.

O Ministério Público da Confederação (MPC) apontou que existem 70 processos penais em curso.

“Até agora a Suíça devolveu cerca de 365 milhões de francos suíços a favor dos prejudicados no Brasil, com o consentimento das pessoas autorizadas”, disse a promotoria. “As últimas devoluções, de 9 milhões de francos suíços, aconteceram no fim de março”.

Ainda segundo a Exame, o MPC sinalizou que ainda restam cerca de 700 milhões de francos suíços bloqueados na Suíça.

O MPC trabalha em cooperação com o Ministério Público brasileiro. Nesta segunda-feira (8), o procurador-Geral da Suíça, Michael Lauber, e a procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, se reuniram em Brasília para assinar uma declaração conjunta de compromisso em continuar e intensificar a cooperação.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.