sexta-feira, 12 de abril de 2019

Governo federal extingue mais de 13 mil cargos efetivos


Um mês após a publicação do decreto presidencial que extinguiu 21 mil cargos comissionados, funções e gratificações da esfera federal, o governo de Jair Bolsonaro anunciou o fim de 13,2 mil cargos efetivos que já estão vagos ou que devem vagar nos próximos meses. Eles devem deixar de existir a partir do dia 12 de junho.

Entre os cargos incluídos no decreto, figuram os de jardineiro, técnico em radiologia, guarda de endemias, mestre de lancha e operador de máquinas agrícolas. Mais de mil vagas de visitador sanitário deixarão de existir.

Segundo o texto publicado no Diário Oficial da União, mais de 93% desses cargos já estão vagos. Apenas 916 aguardam a desocupação.

Deixe aqui o seu comentário!
EmoticonEmoticon