FASB sedia encontro sobre atendimento pré-hospitalar em lesões desportivas


Duas palestras foram realizadas, na última quarta-feira (24), no auditório da Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB), com o tema “Prevenção e atendimento pré-hospitalar nas lesões desportivas”. O evento, aberto à comunidade acadêmica, foi organizado por alunos do curso de Fisioterapia. Durante as apresentações, foram abordados estudos com dados sobre a ocorrência de lesões, nas mais diversas modalidades esportivas, ao redor do mundo. Outros dois aspectos foram tratados com destaque: os cuidados que devem ser tomados para prevenir lesões e o atendimento que os lesionados devem receber antes de serem levados aos hospitais.

A coordenadora do curso de Fisioterapia, Magda Caino Teixeira Reis, elogiou a Liga Acadêmica de Fisioterapia Ortopédica e Traumatológica pela realização do evento. “A ideia da Liga é exatamente reconhecer as lesões às quais os acadêmicos estão expostos, em virtude dos esportes que eles desenvolvem. As palestras têm grande valor, porque conhecer sobre isso dá a eles a condição de prevenir, tratar e curar. Esporte é saúde, por isso incentivamos a prática, mas isso deve ser feito com o conhecimento necessário para não afetar o bem-estar de cada praticante”, pontuou.

“É fundamental, desde a formação acadêmica, os estudantes da área da saúde entenderem o real sentido da profissão deles. Não devem pensar apenas em tratar, mas devem atuar com empenho na prevenção. A palestra teve uma abordagem técnica, mas teve dados que mostram que o trabalho de prevenção pode evitar 30% das lesões nos esportes mais comuns como vôlei, futebol, tênis, handebol e basquete. A prevenção tem também um forte impacto econômico, evitando gastos com cirurgias ou, no caso dos clubes, de terem atletas no departamento médico, recebendo salários sem poder contribuir com a equipe”, disse o palestrante Márcio Kawano, ex-coordenador do curso de Fisioterapia da FASB. O profissional tem um vasto currículo, com especialização, mestrado e doutorado na área da saúde.

Para os estudantes, o encontro trouxe um tema pouco debatido, por ser específico de uma área. “É sempre importante estarmos recebendo novos conhecimentos. As duas palestras foram muito boas. É mais uma bagagem para quem está terminando o curso e vai atuar, em pouco tempo, nos hospitais e instituições que necessitam do trabalho de um enfermeiro. A atuação da enfermagem está, a cada dia, mais ampla, e isso não é diferente no setor desportivo. O enfermeiro é fundamental, por ser generalista”, afirmou Lucas Matheus, do 7º semestre do curso de Enfermagem.

A outra palestrante, a enfermeira especialista em urgência e emergência Amanda Vieira, deu dicas de como evitar convulsões, lesões e traumas. Ela também orientou sobre os procedimentos que devem ser tomados em caso de lesão e destacou a importância de manter uma dieta rica em nutrientes capazes de impedir a ocorrência de cãibras e outros problemas musculares.

Jeová Caetano Júnior, presidente da LAFORT, liga que organizou o encontro, disse que “dentro da comunidade acadêmica tem a prática esportiva, com as atléticas, mas que falta, nos treinamentos, uma preparação adequada, com informações sobre prevenção e noções básicas relacionadas ao atendimento pré-hospitalar, que é fundamental para evitar o agravamento das lesões”. Por fim, ele avaliou o evento como muito positivo e destacou o nível de informação dos palestrantes. “Os palestrantes são excelentes. Esperamos que aceitem convites para outras palestras aqui na instituição”. 






Araticum Comunicação

COMPARTILHAR
Anterior
Proxima