Mulheres são homenageadas pelo protagonismo social em Formosa do Rio Preto



Nesta sexta feira (08/03), data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, a Prefeitura de Formosa do Rio Preto, por meio da Secretaria de Assistência Social e do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), promoveu uma manhã muito especial para as mulheres formosenses, com homenagens emocionantes, apresentações de balé, percussão e um delicioso lanche. Durante o evento, 24 mulheres foram homenageadas e receberam um certificado como reconhecimento pelo seu protagonismo social no município.

“Nossa gestão valoriza e reconhece toda a importância da mulher para a sociedade, tanto é que em vários setores do governo municipal as mulheres predominam e têm autonomia pra comandar, estão à frente das secretarias, chefia de gabinete, coordenação de escolas e hospital e vários outros postos” - enfatizou a primeira-dama e Secretária Municipal de Politicas Estratégicas, Programas e Projetos, Ronúbia Setúbal.

O prefeito Dr. Termosires Neto também ressaltou o papel fundamental das mulheres para o desenvolvimento do município e reiterou o compromisso do governo em desenvolver políticas e ações voltadas para a valorização, qualificação e incentivo ao empreendedorismo feminino.

Segundo o Secretário Municipal de Assistência Social, Edilberto Santana, a iniciativa também reforça o trabalho de fortalecimento de vínculos, promovendo a interação entre gerações, elevando a autoestima e aproximando ainda mais o SCFV da população.

“Prática prevista no nosso planejamento e que corrobora para a maior eficiência e abrangência dos serviços ofertados, alavancados pela atual gestão desde 2017”, destacou a coordenadora do Cras, Roneide Saraiva.

Foram homenageadas:

Varme Alves Sampaio (em memória) – comerciante, conduziu a família com bravura e sempre valorizou o Cras.

Gisélia Lustosa Nogueira – mãe de 12 filhos e junto com eles construiu uma história de mulher educadora.

Maria de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro Azevedo, dona Mariazinha (em memória) – foi luz na educação básica de Formosa. Ensinou e influenciou gerações.

Ester de Araújo Dias, dona Tezinha – professora e escritora do livro que eternizou a história de Formosa do Rio Preto.

Maria da Silva Nunes, dona Maria de seu Joaquim – exemplo de mãe, mulher trabalhadora que venceu as dificuldades.

Safira Alves Serpa – com sua atuação no cartório, foi ela quem registrou grande parte da população de Formosa.

Elenir Matos dos Santos Batista, dona Lenir Crente – atuante socialmente, sonha com uma estrutura pra acolher pessoas carentes.

Maria Elíria de Castro Batista – educadora, protagonizou a vinda da Universidade Unopar para o município.

Maria Dias dos Santos, conhecida como Tibí – a bravura desta mulher educou e mudou histórias de vida.

Maria Jacinta de Oliveira Aires Cunha – consciente, politizada, comprometida com as questões ambientais do Vale do Rio Preto.

Marinélia da Silva Rocha – educadora e incentivadora da cultura, grande protagonismo social.

Ronúbia Setúbal Dias – primeira-dama, advogada e Secretária Municipal de Políticas Estratégicas, Programas e Projetos, inquieta com as questões sociais. Idealizou a 1ª Casa do Bolsa Família da Bacia do Rio Grande e é articuladora do Credibahia para Formosa.

Maria Rosita Azevedo de Araújo – forte, política e ativa nas intervenções políticas.

Eunice dos Santos, Nice do Acarajé – baiana arretada que bem cedo assumiu os filhos, formou-se e é atuante politicamente.

Manuela Fernandes da Rocha, Manuela da Saúde – enfermeira, determinada, politizada e ativa nas intervenções políticas.

Hermozina Sales Serpa de Santana, Mozinha – mulher de acolhimento qualificado, dona de grande benevolência na sua atuação profissional e social.

Luzinete Dias de Oliveira Santos – professora renomada de história com mais de 30 anos de serviços prestados à comunidade, atuante, Secretária Municipal de Educação, trabalha pela requalificação da Educação Municipal.

Thaíse Dias Soares dos Santos – jovem e competente. Formada em Enfermagem e Secretária Municipal de Saúde, para ela não há problema sem solução.

Maria das Dores Pereira Serafim – se destaca à frente da chefia de gabinete com sua competência e atendimento humanizado.

Maria Benedita Francisca Xavier, dona Nega (em memória) – saudosa rezadeira, benzedeira, matriarca e protagonista da família.

Maria Ferreira de Souza, dona Maria Parteira – num tempo de pouco acesso à medicina, dona Maria era a parteira oficial do município.

Divaldina Rodrigues de Oliveira, Valdina – mulher guerreira, lutadora, faz parte do serviço de Convivência do Idoso.

Maria Izaltina de Jesus Pinheiro, dona Cizaltina – mulher trabalhadora que fez do uso das águas do Rio Preto sua digna profissão de lavadeira.

Ana Luzia da Silva Pedroza Cordeiro – agente comunitária de saúde, ativa e diligente, se destaca também por sua competência e solidariedade.

COMPARTILHAR
Anterior
Proxima