Parceria leva ação de cidadania aos moradores do Aterro Sanitário em Barreiras





Os moradores que residem nas proximidades do Aterro Sanitário de Barreiras receberam na manhã de quinta-feira, 21, a equipe volante do CRAS I da Santa Luzia, profissionais de saúde da UBS – Daniel Bueno, servidores da Defensoria Pública e a equipe do Bolsa família, que levaram informações, atendimentos e serviços sociais até a localidade.

O foco das ações de promoção humana era o atendimento às 38 famílias em situação de vulnerabilidade social, que ainda não possuem cadastro no SUAS e acompanhamento pelos programas sociais. Durante a ação de cidadania foram disponibilizadas a vacinação e regularização da carteirinha, aferição de pressão, verificação de glicemia, pesagem, agilização de documentação pessoal, inclusão e atualização no CadÚnico, Carteira do Idoso, Passe Livre, exames de DNA, orientação sobre pensão alimentícia, orientação do BPC e a distribuição de Kits de higiene bucal.

A coordenadora do CRAS I, Eliana dos Passos, explicou que as famílias já estão sendo acompanhadas pelas equipes da Assistência Social quinzenalmente, e que os serviços levados até a comunidades facilitam o acesso da população aos programas sociais. “Acompanhamos essas famílias do Aterro Sanitário e todas as comunidades da zona rural com a nossa equipe volante do CRAS I, e posteriormente levamos as informações a coordenação do Bolsa Família, para que em conjunto possamos atender toda demanda”, disse a coordenadora.

A secretária de assistência social e trabalho, Karlúcia Macêdo, esteve presente na ação e acompanhou a oferta de serviço às famílias, que receberam instruções de utilização do kit de higiene bucal.

“Foi uma manhã alegre na comunidade, as crianças aprenderam escovação e higiene bucal, foram atendidas pela equipe de assistentes sociais e psicólogas, e mais uma vez conseguimos levar atendimento social e de saúde as famílias. Além de tudo, ainda contamos com a presença da Defensoria Pública, que informou sobre direitos, pensão alimentícia e exames de DNA. O resultado foi positivo e nossas equipes fizeram atualização e cadastramento de famílias, que poderão usufruir dos programas sociais e de toda estrutura que disponibilizamos na Assistência Social”, finalizou a secretária.

COMPARTILHAR
Anterior
Proxima