quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Combate ao trabalho infantil ganha campanha própria durante o Barreiras Folia 2019




A Secretaria de Assistência Social e Trabalho de Barreiras quer pôr fim ao trabalho infantil durante os dias de carnaval. Para isso, divulgou, durante o evento de lançamento das atrações do Barreiras Folia, na quarta-feira (20), a campanha criada para evitar casos de crianças que vão para o circuito, muitas vezes na companhia dos pais, para trabalhar em pontos de vendas de bebidas e lanches. A campanha conta com a parceria do Conselho Tutelar, Secretaria Municipal de Educação, Ministério Público do Trabalho, CRAS e CREAS, e foi lançada pela secretária de assistência social e trabalho, Karlúcia Macêdo.


“Queremos que no carnaval 2019, Barreiras fique fora das estatísticas de violação aos direitos da criança e do adolescente. A campanha prevê que todas as crianças que forem aos circuitos do Barreiras Folia, recebam uma máscara que integra os itens da proposta para, dessa forma, mostrar que estão ali para brincar, e não para trabalhar. Essa iniciativa partiu após constatarmos vários casos de pais que precisam trabalhar em barracas ou como ambulantes, e por não terem com quem deixar os filhos, acabam os levando nos dias da folia, e, estes, por sua vez, ajudam no trabalho. Muitas vezes dormem em locais improvisados, em cima de papelões e caixas, ficando expostos e desprotegidos”, disse a secretária.


A campanha intitulada “Trabalho Infantil não é Folia” contará com panfletagem sobre o tema prevenção ao trabalho infantil, bem como abuso sexual e abandono de incapazes. As equipes volantes observarão os circuitos e em casos onde haja situações de violação de direitos de crianças, mulheres ou deficientes, serão acionadas de imediato as autoridades competentes.


Um samba enredo foi feito para embalar a campanha, adaptado do original de autoria do Bloco Cata Lata de Grajaú/RJ, pelo Movimento Roda dos Amantes do Samba do ISFAC: Instituto São Francisco de Arte e Cultura; e teve a participação dos seguintes artistas: André Bittencourt (voz, arranjo, mixagem), Mário Sérgio e Luiz Carlos (cavaquinhistas), Venalve Antônio (pandeiro) e Nonato Alves (surdo). Foi gravado no Studio Z, com adaptação de letra de Denise Mesquita, Leonardo Van de Bonn, André Bittencourt e produção de Karine Magalhães.


Outra ação virá da parceria com a Secretaria Municipal de Educação que garantirá aos pais que comprovadamente estiverem trabalhando no Barreiras Folia, um espaço de acolhimento para os filhos. “A Creche Sagrado Coração de Jesus estará aberta, das 18h às 6h da manhã para receber as crianças e adolescentes de pais que estiverem trabalhando, com todo o suporte necessário e cuidadores”, explicou a secretária de educação, Cátia Alencar.


Integra ainda a campanha de combate ao trabalho infantil durante o carnaval, uma abordagem sobre o assunto em reuniões específicas com profissionais que irão trabalhar nos circuitos do Barreiras Folia. Nesta quinta-feira (21) às 19h, no Centro Cultural Rivelino Silva de Carvalho, será a vez dos ambulantes e na sexta-feira (22) os barraqueiros. Eles assinarão um termo junto a Secretaria de Assistência Social se comprometendo a seguir as orientações recebidas e ainda, ouvirão uma explanação sobre o tema, com o Procurador do Ministério Público do Trabalho em Barreiras, Dr. Hélio Cardoso.


Dircom/PMB