Inflação sobe 3,75% e fecha 2018 dentro da meta do Banco Central



A inflação encerrou 2018 com alta acumulada de 3,75%. Com o resultado, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficou abaixo do centro, mas dentro da meta perseguida pelo Banco Central (BC). O dado referente ao ano passado foi divulgado na manhã desta sexta-feira (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Ao alcançar 3,75% no acumulado de 2018, o IPCA permaneceu 0,80 ponto percentual acima dos 2,95% registrados em 2017. O IBGE também informou que a variação do índice em dezembro foi de 0,15%, a menor para o mês desde o início do Plano Real, em 1994.

Em 2018, o centro da meta de inflação foi definido em 4,5%, com possibilidade de variar 1,5 ponto percentual para cima (6%) ou para baixo (3%). Definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), a meta de inflação é uma referência que o BC busca alcançar anualmente para dar maior segurança à economia. Com essa medida, o governo federal sinaliza que pretende evitar que a inflação fique fora de controle.

O índice de 2018 foi influenciado, especialmente, pelas despesas com produtos e serviços dos grupos habitação, com alta de 4,72%, transportes, com avanço de de 4,19%, e alimentação e bebidas, com crescimento de 4,04%.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.