Chris Brown é solto menos de 24 horas após prisão por suspeita de estupro



Menos de 24 horas após ser preso por suspeita de estupro, o cantor Chris Brown foi solto, ontem (22), em Paris. Ele, um amigo e o guarda-costas haviam sido detidos após uma mulher de 24 anos alegar ter sido estuprada na suíte do Mandarin Oriental, hotel em que Brown estava hospedado na noite de 15 de janeiro.

De acordo com o primeiro depoimento, a vítima foi convidada por Brown para seu quarto de hotel junto com outras mulheres. Em seguida, ela se encontrou em um quarto sozinha com ele, onde teria sido estuprada.

Não é a primeira vez que o cantor se envolve em casos de violência contra mulheres. Há dez anos, ele foi condenado por agredir a cantora Rihanna, na época em que eram namorados. Em 2017, a modelo Karrueche Tran, ex-namorada do artista, entrou com pedido de ordem restritiva contra ele, alegando que sofria ameaças e agressões.

Em março do ano passado, Brown foi fotografado em uma festa em Miami, nos Estados Unidos, e apareceu "enforcando" uma mulher. Dois meses depois, ele foi processado por facilitar abuso sexual na própria casa. Uma mulher alegou que foi obrigada a ter relações sexuais com amigos do cantor, que promovia uma festa com drogas e bebidas.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.