Bahia emite alerta contra dengue após número de casos subir 94% no início do ano



A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) emitiu um alerta contra a dengue nesta quinta-feira (24) por conta do crescimento de casos da doença no estado.

De acordo com o órgão, entre 1º e 18 de janeiro deste ano, foram registrados 400 casos - 196 a mais que no mesmo período de 2018, quando o estado teve 204 registros da doença. O crescimento é de 94%.

Segundo a Sesab, os casos deste ano foram registrados em 55 municípios. Contudo, os nomes das cidades não foram divulgados.

O alerta contra a doença foi emitido pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep) da Sesab, e, conforme o órgão, é direcionado aos profissionais de saúde do estado.

As orientações, além de contemplar os casos de dengue, incluem as outras arboviroses (Zika e Chikungunya) também transmitidas pelo Aedes aegypti.

Entre as recomendações da Divep voltadas para as equipes de saúde estão: alertar os profissionais para suspeita dos sinais e sintomas compatíveis com as arboviroses, bem como mobilizar equipes de saúde para medidas de prevenção e controle.

Além disso, de acordo com a Sesab, o alerta ressalta a necessidade de fortalecer e alinhar comunicação entre as equipes de atenção à saúde, vigilância epidemiológica e controle vetorial; intensificar as ações de controle vetorial nas áreas com registro de casos suspeitos ou confirmados de arboviroses e/ou elevados Índices de Infestação Predial (IIP); monitorar semanalmente os casos, mapeando áreas de risco e adotar medidas de controle capazes de reduzir o número de casos.

Também será intensificada a capacitação dos profissionais de saúde da rede pública a fim de aperfeiçoar o diagnóstico diferencial para zika em gestantes, priorizando as coletas de amostras nos cinco primeiros dias.


Combate ao mosquito

De acordo com a Sesab, foram distribuídos 7,4 mil kits para serem utilizados pelos agentes de controle de endemias dos 417 municípios do estado no final de dezembro de 2018.


COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.